De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Colunistas

Artista alerta para abuso do uso de plástico com instalações únicas

168.000 palhinhas usadas foram adaptadas artisticamente para criar duas ondas gigantes. Depois, uma caverna cósmica borbulhante foi feita a partir de 18.000 copos plásticos reciclados.

Esta não foi a primeira vez que Von Wong pegou em milhares de objectos e fotografou-os de uma forma que nos faz sentir o peso dos números – na verdade, em dezembro de 2018, ele criou o armário mais alto do mundo, “pendurando” 3.000 peças de roupa na cabeça do consumidor médio. Von tem a particularidade de empreender um trabalho intenso para que possamos visualizá-lo da maneira mais bonita, mas ele fá-lo para que todos possamos tornar-nos mais conscientes. Segundo ele, consciência não é apenas um estado de espírito, é uma acção.

As palhinhas de “Straw apocalypse”, num total de 168.000, poderiam ter sido compradas por menos de 20 euros no alibaba.com, mas os parceiros e voluntários que se juntaram a ele e uniram essas ondas não tomaram o caminho mais fácil. As palhinhas foram encontradas nas ruas, em latas ou sacos e colectadas por uma organização sem fins lucrativos no Vietnam chamada Zero Waste Saigon ao longo de seis meses.

Cada palhinha que usamos – por 10 minutos ou 10 segundos – provavelmente irá flutuar nos oceanos por 450 anos. Até 2050, estima-se que haja mais plástico no mar do que peixe.

Motivado por esta alarmante informação, Von Wong e um exército de voluntários incansavelmente vasculharam e limparam 18 mil copos de plástico sujos para “prender” a atenção dos mais desatentos numa caverna cósmica. Os copos de plástico de uso único são usados por minutos ou segundos e depois atirados e qualquer instagrammer que capte imagens na sua caverna de maravilha, terá que se lembrar disto na próxima vez que pedir comida.

Intitulada “Plastikophobia”, a obra não significa apenas o medo do plástico, mas antes o medo do que pode acontecer ao nosso mundo se não deixarmos de tomar decisões descuidadas.

Acompanhem e saibam mais sobre Von Wong aqui.