De que está à procura ?

Europa

Suíça aumenta contribuições para proteção de fronteiras

© DR

Depois de um referendo triplo quanto a aspetos ligados à proteção externa, à cultura e à saúde, a Suíça optou por investir na segurança. Os suíços plebiscitaram o novo regulamento que prevê o aumento de contribuições para a agência europeia da segurança de fronteiras – Frontex.

Mesmo estando-se à espera de uma aceitação, o resultado do referendo de 70% a favor foi uma surpresa para muitos. A euronews refere uma frase da responsável pelo Departamento de Justiça e Polícia. Karin Keller-Sutter justifica que “A guerra na Ucrânia mostra a importância da cooperação e da solidariedade no espaço Schengen. Os benefícios da Frontex e da associação Schengen-Dublin são muito importantes para a Suíça”.

“Se a Suíça quiser impedir estas violações dos direitos humanos, deve continuar a fazer parte dela, para ajudar a moldar Schengen e ajudar a controlar a Frontex. Desistir não é uma solução”, refere Sanija Ameti, co-presidente do movimento político “Opération Libero”, que havia sido muito crítica quanto à agência.

No referendo também foi aprovada uma medida a favor do cinema suíço. As plataformas de streaming (Netflix, HBO, etc.) terão agora de redirecionar 4% da sua faturação bruta ao cinema suíço.

Foi também aceite uma nova medida de saúde, especificamente quanto à doação de órgãos. A partir de agora, todos os cidadãos são presumíveis dadores de órgãos.

TÓPICOS