De que está à procura ?

alemanha
Lisboa
Porto
Berlim, Alemanha
Colunistas

Rio Guadiana

O curso fluvial Guadiana tem origem em Espanha, mais concretamente em Ojos del Guadiana e desagua no Atlântico. Este rio para além de passar por cidades grandes e médias espanholas, como Badajoz, Mérida e Medellin, passa também por localidades portuguesas tais como Mértola e Alcoutim.

Todas estas localidades merecem ser visitadas devido à sua história e o rio Guadiana desempenha uma função importante na área recreativa e económica das respetivas regiões.

A responsável pelos Serviços de Cultura e Turismo da Câmara Municipal de Alcoutim, Manuela Teixeira respondeu às nossas questões.

Qual foi o passo mais importante neste ano dado pelo Departamento do Turismo de Alcoutim?

Não poderemos apontar apenas um passo, mas várias ações interligadas e complementares, umas já implementadas e outras em projeto, que permitirão desenvolver a área do turismo em Alcoutim e, consequentemente, promover o território como destino turístico cultural, desportivo e de natureza.
Foram vários os projetos na área do Turismo, desenvolvidos durante este ano, mas posso salientar o Festival do Contrabando – Tráfico de Artes no Guadiana, que em 2017 teve o seu ano zero e que na edicao de 2018 se consolidou como projeto âncora do programa 365 ALGARVE, da Secretaria de Estado da Cultura e da Secretaria de Estado do Turismo, com mais de 6 mil visitantes.

O Festival das Caminhadas, que já vai na 5° Edição e que integrou o projeto „Algarve Walking Seasons“ da RTA, projeto que pretende divulgar o Algarve como destino turístico “Walking and Cycling“. O projeto de promoção do território, com a criação de nova imagem que incluiu stand de divulgação catálogo e criação de visitas guiadas, com aquisição de um mini-bus para visitas ao território e reforço dos recursos humanos com a contratação de um guia turístico.

Qual é a importância do rio Guadiana para a região, no que diz respeito ao setor turístico?

Pode-se considerar o rio Guadiana como um importante “postal” de divulgação turística. Contudo, a sua importância remonta à antiguidade quando esta era uma importante „auto-estrada“ de entrada de tráfego de mercadorias e pessoas do mediterrâneo para o interior do Alentejo.

Atualmente perdeu essa função, mas continua a ser uma importante porta de entrada de visitantes e de desenvolvimento turístico, no que concerne à divulgação dos passeios de caiaque e de barco, cruzeiros e à prática da canoagem, e também através do primeiro slide transfronteiriço do mundo.

A criação de pequenos alojamentos de turismo rural e local nas localidades junto às suas margens é uma atividade turística que está em franca expansão. O rio Guadiana é um atrativo turístico de valor incalculável que nos permite trabalhar em conjunto com a vizinha vila espanhola Sanlúcar de Guadiana em projetos transfronteiriços, apoiados por programas comunitários, impulsionadores do desenvolvimento turístico dos dois territórios, Alcoutim e Sanlúcar, das duas regiões – Algarve e Andaluzia.

Salienta-se o trabalho de cooperação com Sanlúcar de Guadiana nos Festivais de Caminhadas e do Contrabando e estão em carteira outros projetos comuns de divulgação, possíveis apenas devido às singularidades culturais e sociais partilhadas entre as duas localidades, cujo denominador comum é o rio Guadiana.