De que está à procura ?

Publireportagens

Quais os documentos necessários para comprar um carro usado em Portugal?

A par da nossa casa, a compra de um carro é, provavelmente, o investimento mais avultado e importante que fazemos ao longo da vida. Pelos valores envolvidos na compra de um automóvel novo, muitos de nós, contudo, optam por adquirir um carro usado.

Por exemplo, em janeiro do ano passado, o Observatório Indicata, organismo que analisa o mercado de carros usados na Europa, indicava que, em Portugal, pelo nono mês consecutivo, registava-se um crescimento das vendas dos veículos em “segunda-mão” face ao período homólogo do ano anterior.

Apesar das oscilações nas vendas entre janeiro de 2021 e outubro de 2022 fruto, nomeadamente, da quebra nos níveis de stocks de carros usados (menos 9,9% em agosto deste ano face ao mês anterior), o mais recente relatório do Observatório Indicata informa que, durante o mês de julho, as vendas de carros usados online acabaram por ser 5,6% maiores do que aquilo que se registou em junho, mas inferiores em 7,6% em relação ao do período homólogo de 2021.

Diz-nos o relatório que, o total acumulado de vendas de usados até julho, são 17,1% inferiores aos primeiros sete meses do ano passado, mas superiores em 1,5% face ao período homólogo de 2019, ano em que a crise de stocks e a pandemia e as suas consequências económicas ainda não se faziam sentir.

Para o mesmo período de tempo, em termos homólogos tendo em conta o combustível utilizado, salta à vista o crescimento de 75% de vendas de viaturas elétricas e de 20% nas híbridas e a quebra de 17,9% nos automóveis a gasolina e 8,6% nos carros movidos a diesel.

Este relatório utiliza dados online e é a partir do online que muitos de nós fazem a sua pesquisa para a compra de um carro usado. Em stands virtuais como, por exemplo, o do Pisca Pisca, podemos encontrar uma grande variedade de carros usados elétricos, híbridos, a gasóleo ou a gasolina que, independentemente da idade, são certificados, têm garantia e adequam-se a todas as bolsas. Para além disto, este stand virtual está atento à subida dos preços dos combustíveis e oferece, a partir de um stand parceiro, um voucher de 250 euros em combustível pela compra de um carro usado até 1 de novembro.

Se está entre as pessoas que pretende contribuir para o aumento do número de carros usados, mas não sabe que documentos lhe serão necessários apresentar no momento da compra do seu carro usado, venha daí. Ao longo das próximas linhas vamos ajudá-lo nessa tarefa.

Quais os documentos necessários para comprar um carro usado em Portugal?

O processo de compra de um carro usado é bastante simples e não envolve um grande processo burocrático. Contudo, face ao tipo de pagamento, ser-lhe-á pedido alguma documentação extra.

Assim, caso vá comprar um carro usado a pronto pagamento, os documentos que o vendedor lhe exigirá são:

– Cópia do Cartão de Cidadão ou Bilhete de Identidade;

– Comprovativo de morada;

– Modelo 2 do DUA (documento único automóvel), disponível no site do IRN (Instituto dos Registos e do Notariado).

Neste último documento, o Modelo 2 do DUA, terá de preencher os dados da viatura, os seus dados pessoais e dados pessoais do vendedor e assinar (as duas partes). Todas as restantes alíneas do Modelo 2 do DUA deverão ser preenchidas pela conservatória aquando do registo da transferência de propriedade do automóvel em questão.

Nota: se o automóvel usado que pretende comprar ficar registado no nome de uma empresa e não em seu nome, para que a sua assinatura tenha valor jurídico terá de ser reconhecida por um advogado ou notário.

No caso de ter pedido um financiamento para a compra do seu carro usado, além da documentação que irá variar de acordo com a entidade onde pediu o seu empréstimo, estes são os documentos que terá sempre de apresentar:

– Cópia do Cartão de Cidadão ou Bilhete de Identidade;

– Recibos de vencimento ou declaração de IRS;

– Comprovativo de morada.

Quer pretenda comprar um carro usado utilizando financiamento, quer o faça a pronto pagamento, recomenda-se que o faça sempre a um profissional qualificado porque, lembre-se, ao comprar um carro usado a um particular não irá ter qualquer garantia sobre a origem e estado do automóvel em questão.

TÓPICOS