De que está à procura ?

alemanha
Lisboa
Porto
Berlim, Alemanha
Europa

Peregrinos vão do Porto a Santiago pelas vítimas da pandemia

Um grupo de caminheiros vai unir a Sé do Porto à Catedral de Santiago de Compostela (Espanha), deste sábado a 24 de julho. Os caminheiros vão “homenagear os que trabalharam e os que caíram durante a pandemia” que assolou o mundo nos últimos meses.

Uma de homenagear, em tempos de pandemia, todos os que com “o seu trabalho e dedicação se entregaram às suas causas e profissões sem parar de trabalhar, não esquecendo aqueles que desapareceram devido à pandemia”.

O grupo de caminheiros que trilha “com regularidade” o «Caminho de Santiago», onde está incluído Guilherme Rodrigues, um dos promotores da iniciativa, vai sair na madrugada do dia 11 de julho, de forma a poder unir-se ao grupo que faz o caminho francês e entrarem juntos em Santiago de Compostela no dia 24 de julho.

“A ideia é que a mochila com «A Luz do Caminho» não pare, chegando à praça do Obradoiro com a luz acesa, para depois entrarem e serem benzidas, ambas as mochilas, na Catedral de Santiago”, lê-se.

A mochila contém uma luz acesa e ainda um spray desinfetante, que deverá ser usado antes e depois de cada passagem de mochila, e máscaras que os peregrinos deverão usar quando caminharem acompanhados, respeitando as distâncias de segurança.

A mochila «A Luz do Caminho» é benzida hoje na missa das 11h00 horas, na Sé do Porto, onde a luz será acesa para, “de forma simbólica, o grupo português, dar início a esta caminhada”.