De que está à procura ?

alemanha
Lisboa
Porto
Berlim, Alemanha
Motores

Nissan Navara 2.3 dCi N-Guard: Desenrascado e mais dinâmico

A Nissan Navara na versão N-Guard assume um estilo mais dinâmico e desportivo que se vê vincado pela grelha dianteira preta, barras de tejadilho pretas e jantes também lacadas a preto. Esta versão ganha também uns gráficos laterais pretos, assim como capas os retrovisores, puxadores das portas, moldura dos faróis de nevoeiro. degrau lateral e para-choques traseiro também preto.

Ainda no estilo exterior damos destaque aos vidros traseiros escurecidos e à iluminação em LED. As jantes são de 18 polegadas envolvidas em pneus 255/60.

A Nissan Navara continua a ser um modelo com um estilo exterior jovem que se destaca pela positiva face a algum modelos do mesmo segmento.

Na versão de cabine dupla a acessibilidade é fácil aos lugares dianteiros e traseiros. A maior dificuldade é a altura a que os mesmos estão situados, devido à elevada altura ao solo deste tipo de automóveis. A colocação do “degrau lateral” é sempre uma mais-valia. A abertura das portas e o espaço para a entrada satisfazem mesmo as pessoas de estatura mais elevada.

A visibilidade satisfaz no lugar do condutor devido aos pilares finos e ao óculo traseiro que preenche quase na totalidade a largura da traseira.

O interior peca pelo estilo antiquado e ausência de materiais emborrachados. Encontramos materiais rijos em que sobra apenas o couro nos apoios de braço das portas e apoio de braço central. O volante e o punho da caixa de velocidades são também em couro, assim como os assentos que para além de receberem o couro, recebem um pesponto amarelo contrastante especifico desta versão N-Guard. A qualidade de construção parece sólida, uma vez que apesar de ser um automóvel de imprensa com uma utilização intensiva em todo-o-terreno não apresentava ruídos parasitas ou “fragilidades”.

No que toca ao conforto, a Nissan Navara é a prova de que estes automóveis de “trabalho” podem ser cada vez mais utilizados por famílias que tenham um estilo de vida mais dinâmico e aventureiro. Já lá vai o tempo em que realizar viagens longas ou levar os miúdos, seria impensável devido à rigidez dos assentos e ao desconforto sentido a bordo. Actualmente viaja-se com um conforto razoável, uma vez que a Nissan Navara tem uma suspensão condescendente e assentos com bom apoio de pernas e lombar “aceitável”. Na zona de carga há cerca de 1.5m de comprimento e perto de 1,3m de largura. Como opção podemos cobrir a zona de carga com coberturas roll-over estilo persiana (2.199€), cobertura flexível estilo lona (845€) ou com um “hard-top” cujos preços variam entre os 2982€ e os 3572€.

No que toca ao equipamento no interior encontramos todas as tecnologias presentes nos automóveis de passageiros da Nissan como sistema de navegação e multimédia em ecrã touch de 7 polegadas, ar-condicionado automático de dupla-zona, saídas da climatização para os lugares traseiros, chave mãos-livres, botão start da ignição, retrovisores com recolhe elétrica, câmara de ajuda ao estacionamento 360º, assentos dianteiros aquecidos,volante multi-funções, sensores de chuva e luminosidade, cruise control e limitador de velocidade, computador de bordo em ecrã TFT, assento do condutor com regulação elétrica, espelho retrovisor interior com escurecimento automático, entre outros.

O sistema de navegação e multimédia da Nissan está longe de ser o mais evoluído, assim como está longe de ter uma apresentação digna de registo. Contudo, tem aplicações como Twitter, TripAdvisor, Google e Facebook, conexão bluetooth e USB. Há ainda reconhecimento de voz e não está preparado ainda para Android Auto e Apple CarPlay como acontece com o novo Nissan Qashqai, por exemplo.

O painel de instrumentos preserva o estilo “antiquado” que temos vindo a mencionar e detém um computador de bordo algo monocromático de cinco polegadas que nos fornece todas as informações de forma intuitiva e clara. Dados de consumos e viagem, multimédia, sistemas de ajuda à condução, navegação, pressão de pneus, entre outros.

No lugar do condutor a posição de condução é alta e agradável. O volante tem uma pega boa q.b e a caixa de velocidades está acessível como os outros comandos do automóvel. O assento tem um apoio lombar razoável, enquanto o apoio para as pernas satisfaz. No lugar do condutor é possível ter uma boa visibilidade do painel de instrumentos e sistema de navegação e multimédia independentemente da posição de condução.

Em estrada o comportamento da Nissan Navara torna-se pouco previsível em algumas situações, principalmente quando a velocidade é maior. A tração traseira aliada ao baixo peso sob o eixo traseiro, fazem com que hajam algumas chicotadas de direção quando há curvas feitas a velocidades mais elevadas, em parte devido também à condescendência da suspensão que faz com que o adornar da carroçaria seja notável.

As características que fazem com que a Nissan Navara tenha de ser conduzida com cuidado em estrada tornam-na divertida de conduzir em estradões de terra e todo-o-terreno, onde podemos desligar o controlo de tração e usufruir da diversão proporcionada pelos 190cv às rodas traseiras. No todo-o-terreno podemos activar a tração integral em baixas para sair de terrenos ou irregularidades mais difíceis e utilizar a tracção integral em altas para usufruir de poder de tração a velocidade de cruzeiro ou para sair de estrada para terrenos mais desafiantes, onde apenas a tração traseira não mantém a estabilidade necessária para a circulação. Este modo pode ser utilizado em piso escorregadio como alcatrão molhado.

A Nissan Navara tem 30º de ângulo de ataque, 24º de ângulo de saída e 22º de ângulo ventral. A estes ângulos acrescentamos o sistema de ajuda ao arranque em subida, suspensão traseira de cinco braços, assistência à descida, diferencial eletrónico e diferencial traseiro de bloqueio eletrónico.

No que toca a capacidades e cargas, a Nissan Navara pode rebocar até 3500kg, tem uma carga máxima útil de 1045kg e suporta uma bola de reboque que tenha até 140kg.

Debaixo do capô está um motor 2.3 litros biturbo de 4 cilindros diesel com 190cv de potência às 3750rpm e 450Nm de binário entre as 1500rpm e as 2500rpm. Esta potência é enviada para as rodas traseiras ou para as 4 rodas através de uma caixa manual de 6 velocidades. A aceleração dos 0 aos 100km/h cumpre-se em 10,8 segundos e a velocidade máxima é de 184km/h.

A caixa manual de 6 velocidades tem uma utilização agradável e um escalonamento curto para melhor utilização me todo-o-terreno, suporta velocidades muito baixas e mesmo assim não prejudica os consumos.

No nosso ensaio a Nissan Navara N-Guard realizou consumos surpreendentes que rondaram os 7,6 Litros a cada 100km de percursos mistos com e sem trânsito.

Na segurança há uma série de sistemas que até há pouco tempo não se encontravam neste tipo de automóveis como: sete airbags, sistema de distribuição da travagem, controlo de tração e sistema de ABS avançado e ainda sistema inteligente anti-colisão frontal. Nos testes EuroNCAP em 2015 a Nissan Navara obteve as 4 estrelas com 79% na proteção dos adultos, 78% na proteção das crianças, 78% na proteção dos peões e 68% nas ajudas à condução.

MAIS CARROS EM CAR ZOOM