De que está à procura ?

Mundo

Marcelo reune com Lula, Bolsonaro não gostou

© DR

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, confirmou esta sexta-feira que cancelou o encontro agendado para segunda-feira em Brasília com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. 

“Resolvi cancelar o almoço que ele teria comigo, bem como toda a programação”, afirmou Bolsonaro à CNN Brasil. 

Bolsonaro disse ainda que o cancelamento surge porque Marcelo Rebelo de Sousa “teria uma reunião com o Lula [da Silva]”, na residência oficial do Cônsul-Geral de São Paulo, no domingo de manhã. 

As dúvidas sobre o cancelamento da reunião entre os dois chefes de Estado começaram a surgir na imprensa brasileira na quinta-feira à noite. Segundo a imprensa brasileira, Bolsonaro terá ficado irritado ao saber do encontro entre Marcelo e Lula e terá determinado a suspensão da reunião com o Presidente português no Palácio do Planalto.

O mal-estar de Bolsonaro surge a pouco menos de 100 dias de se realizarem as eleições presidenciais no Brasil e que segundo sondagens de intenção de voto, Lula da Silva mantém ampla vantagem sobre Jair Bolsonaro e pode até vencer as eleições na primeira volta. 

Marcelo Rebelo de Sousa parte hoje para o para o Rio de Janeiro num voo especial da TAP para assinalar o centenário da travessia aérea do Atlântico Sul por Gago Coutinho e Sacadura Cabral.

Numa visita, programada para até segunda-feira, o Presidente português tem na agenda visitas ao Rio, no sábado, e no domingo a São Paulo para se encontrar com antigo Presidente do Brasil e candidato às presidenciais brasileiras Lula da Silva e com o anterior Presidente do Brasil, Michel Temer, seguindo depois para Brasília para se recebido pela terceira vez em Brasília. 

A ida de Marcelo a Brasília estará agora em suspenso. 

A campanha do ex-presidente brasileiro Lula da Silva confirmou à Lusa o encontro com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, 

“Vai encontrar-se com ele no domingo com todo o prazer”, na residência oficial do Cônsul-Geral de São Paulo, disse à Lusa fonte da campanha de Lula da Silva.

“Da nossa parte a gente trata as questões com diplomacia e educação”, frisou a campanha de Lula, lembrado que no ano passado, em julho, os dois já se tinham encontrado, também no Brasil.

Esta será a sexta deslocação de Marcelo Rebelo de Sousa enquanto Presidente da República ao Brasil, onde esteve no início de agosto de 2016, seu primeiro ano de mandato, para a abertura dos Jogos Olímpicos, deslocando-se também a São Paulo e Recife nessa ocasião.

TÓPICOS