De que está à procura ?

Colunistas

Luz de novembro

A manhã a trespassar o corpo, fria, solitária, grandiosa de promessas. 

A luz de novembro a iluminar os sentidos, a nostalgia no olhar.

De que são feitos os dias vazios, silenciosos?

Há um descampado a submergir à volta do teu corpo. Há a memória de tantas vidas vívidas!

Há um inverno a atravessar.

Há uma primavera que haverá de chegar! 

São Gonçalves

Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.

TÓPICOS