De que está à procura ?

alemanha
Lisboa
Porto
Berlim, Alemanha
Desporto

Lifa Europa: Sporting fecha fase de grupos em beleza

O Sporting venceu o Vorskla Poltava por 3-0, em jogo da sexta jornada do grupo E da Liga Europa em futebol, num encontro em que se estrearam os jovens Pedro Marques e Bruno Paz pela equipa principal.

Desde que Marcel Keizer assumiu o comando técnico, este é o primeiro jogo onde o Sporting não sofreu golos. Mas a nota de destaque vai para os 20 tentos conquistados em cinco partidas: Lusitano de Vila real (4-1, Taça de Portugal), Qarabagh (6-1, Liga Europa), Rio Ave (3-1, I Liga), Desportivo das Aves (4-1, I Liga) e os três desta noite.

Já com o lugar garantido nos 16 avos de final, o Sporting aproveitou o encontro para dar minutos a jogadores menos utilizados. Diante dos ucranianos, o treinador Marcel Keizer fez oito alterações no onze inicial em relação à equipa que no último domingo venceu o Desportivo das Aves (4-1), na 12.ª jornada da I Liga.

Assim, Salin, Ristovski, André Pinto, Miguel Luís, Petrovic, Mané, Jovane e Montero entraram figuraram entre os titulares, nos quais figuravam também os ‘repetentes’ Coates, Marcos Acuña e Bruno Fernandes.

Num início de jogo ligeiramente frio, tal como a temperatura que se fazia sentir no Estádio de Alvalade, o Sporting chegou ao golo aos 17 minutos por intermédio de Fredy Montero.

Perante a passividade da defesa do Vorskla Poltava, o colombiano não se fez rogado após uma jogada iniciada por Bruno Fernandes, que assistiu Acuña de calcanhar. O argentino cruzou para Jovane, que, tendo perdido tempo de remate, ainda assim conseguiu tocar na bola que sobrou para Montero ‘bater’ o guarda-redes Oleksandr Tkachenko.

O 4-3-3 montado pelo Sporting parecia ser suficiente para não permitir aos ucranianos acalentar mais que conseguir tentativas vãs de passar a linha de meio-campo. Os ‘leões’ estiveram longe de fazer um jogo de ‘encher o olho’, mas, devagar e devagarinho – pois o jogo permitia -, lá foram controlando as operações e até permitiram ao jovem Miguel Luís estrear-se a marcar pela equipa principal, aos 35 minutos, depois de ter sido servido pelo capitão Bruno Fernandes.

Foi necessário esperar 40 minutos para ver o Vorskla Poltava jogar mais de três minutos no meio-campo defensivo do Sporting, mas o melhor que conseguiu foi um remate de Habelok ao lado do poste esquerdo da baliza de Salin. Antes, aos 28, tinha sido Ardin Dallku a dar o mesmo seguimento à bola.

Foi precisamente este jogador que fez o 3-0. Bruno Fernandes, junto à linha de fundo, do lado direito, cruzou para a zona de ação de Fredy Montero, mas o futebolista natural do Kosovo, numa tentativa de se antecipar ao colombiano, acabou colocar a bola na própria baliza.

Para tentar minimizar os danos, o treinador Vasyl Sachko colocou em campo, a abrir a segunda parte, o avançado Kolomoets, para o lugar do defesa Dallku. Uma mudança que nada trouxe de novo à partida que continuava a ser dominada pelo Sporting.

A lesão contraída por Montero, aos 59 minutos, após um lance dividido com Chesnakov, permitiu a estreia absoluta do avançado Pedro Marques na equipa principal do Sporting (Bruno Paz seguir-lhe ia os passos, 73, ao render Bruno Fernandes), numa altura em que a formação de Alvalade baixou ligeiramente as linhas ficando a jogar um pouco mais longe da baliza ucraniana.

Jovane Cabral, aos 71 minutos, esteve perto de fazer o 4-0, mas encontrou pela frente Tkachenko, guardião que acabaria por ‘roubar-lhe’ novamente o golo aos 90+3.