De que está à procura ?

alemanha
Lisboa
Porto
Berlim, Alemanha
Portugal

Construtora de Braga tenta “captar e reter talentos” em Engenharias e Arquitetura

Uma construtora de Braga vai reeditar um programa para “captar e reter jovens talentos” em Engenharia Civil, Engenharia Mecânica e Arquitetura, numa iniciativa que inclui estágio e “integração num dos mercados” em que atua, anunciou a empresa.

Em comunicado enviado hoje à Lusa, o Grupo Casais explica que o programa Arte e Engenho, que vai na 10.ª edição, “já contribuiu para a carreira de 40 dos 43 estagiários que desde 2007 concorreram”, tendo “uma taxa de empregabilidade de 93%”.

Os selecionados, expõe o texto, vão “usufruir de um estágio remunerado de nove meses que, além da experiência em diferentes empresas do grupo a nível nacional, contempla a integração num dos mercados internacionais em que a Casais marca presença por um período até três meses”.

O número de alunos selecionados será entre oito a 12, tendo o programa como “objetivo principal identificar jovens talentos, integrar, formar e desenvolver as suas competências, com o objetivo de desenhar a sua carreira profissional no seio do Grupo”.

A Casais salienta que dos 40 profissionais que recrutou para os seus quadros através deste programa, a maioria dos participantes, volvidos cinco anos, desempenham funções de responsabilidade na atividade nacional e internacional da empresa.

O grupo refere que o programa foi feito para “captar e reter talentos na área da Engenharia Civil, recursos humanos que, por causa da crise prolongada no setor, estão em défice face às necessidades”.

A edição de 2018 é a primeira edição em que o programa Arte e Engenho se estende à Engenharia Mecânica e à Arquitetura, sendo que “esta extensão assenta no princípio de que a evolução na construção resulta de um trabalho colaborativo entre várias disciplinas”.

Para se candidatarem, enumera o texto, “os recém-formados devem possuir mestrado integrado em Engenharia Civil, Engenharia Mecânica ou Arquitetura, vontade de aprender e evoluir, espírito de excelência e inovação, bons conhecimentos de Inglês e ou Francês, conhecimentos de outros idiomas e disponibilidade para projeto internacional a médio prazo”.

O Grupo Casais tem cerca de 60% da sua atividade do Grupo Casais gerada em 15 países (Alemanha, Angola, Argélia, Bélgica, Brasil, Emirados Árabes Unidos, Espanha, EUA, França, Gibraltar, Holanda, Marrocos, Moçambique, Qatar e Reino Unido).