De que está à procura ?

alemanha
Lisboa
Porto
Berlim, Alemanha
Comunidades

Conselheiros do Luxemburgo marcam encontro de reformados “lesados”

Os conselheiros das comunidades portuguesas do Luxemburgo manifestam-se em comunicado sobre os atrasos da segurança social portuguesa, “criticando veementemente” os atrasos nas respostas aos pedidos de documentação necessária e fundamental para a contagem do tempos e instrução dos pedidos de reforma da comunidade no Luxemburgo.

E “atendendo que a que falharam todas a diligências efetuadas pelos representantes da comunidade, pelos sindicatos, pelas centrais sindicais, pelas demais associações, em que todos os canais utilizados (via consular, diplomática, administrativa, governativa, parlamentar e política) se mostraram infrutíferos”, os conselheiros Rogério Oliveira e João Verdades dos Santos preparam uma reunião que irá decorrer em data e local a marcar durante a segunda semana de janeiro de 2019 .

“Ignorados e desprezados que foram todos os pedidos e apelos ao Estado Português, para que atuasse em conformidade, com ou sem cativações, nomeadamente ao Governo e Administração Publica (…) não resta outra solução que não seja a de usar os mecanismos judiciais previstos na Lei Portuguesa e no Direito da União Europeia”, afirmam os conselheiros das comunidades do Luxemburgo, exigindo que “o Estado honre as expectativas dos emigrantes portugueses residentes no Grão Ducado do Luxemburgo, em particular dos que se encontram em situação de reforma e pré-reforma”.

Assim convidam “todos os prejudicados e interessados, as associações representativas da comunidade portuguesa no Luxemburgo, os sindicatos, as centrais sindicais e os partidos políticos”, para uma reunião que irá decorrer em data e local a marcar durante a segunda semana de Janeiro de 2019 na página de Facebook dos conselheiros e em novo comunicado de imprensa, após o regresso de férias de Natal, onde o tema será debatido de forma estruturada e com uma agenda pré-definida.