De que está à procura ?

Europa

Caos nos céus: diretor de operações da EasyJet demite-se

© DR

Peter Bellew, diretor de operações da EasyJet, não resistiu ao caos e onda de cancelamentos de voos que se têm verificado nas últimas semanas e renunciou ao cargo. Estima-se que terão sido milhares as ligações por efetuar pela companhia britânica.

A companhia aérea disse que Peter Bellew se demitiu “para procurar outras oportunidades de negócio” e desejou-lhe felicidades. Em junho, o sindicato britânico da aviação tinha criticado a “falta de liderança” na EasyJet e incitou Bellew a “assumir o controlo”.

Perante esta saída, o CEO da EasyJet, Johan Lundgren, disse estar focado em superar a situação e que o objetivo da companhia aérea era um serviço “seguro e fiável este verão”. Para já, o cargo de chefe interino de operações vai ficar nas “mãos muito capazes” de David Morgan, “que irá providenciar uma forte liderança para a companhia aérea”.

David Morgan está na EasyJet desde 2016 e era, até agora, diretor das operações de voo. Anteriormente tinha liderado as operações globais na companhia aérea, como chefe interino de operações.

Uma fonte da empresa adiantou à BBC que esta semana, pelo menos, não vão haver mais voos cancelados e os últimos passageiros afetados serão contactados ainda durante esta segunda-feira. Na semana passada foram anunciados cancelamentos de última hora no Reino Unido, principalmente no aeroporto de Gatwick, o que indignou os passageiros.

O setor da aviação perdeu milhares de postos de trabalho durante a pandemia de covid-19 e agora está a lutar para corresponder à procura de viagens.

TÓPICOS