De que está à procura ?

alemanha
Lisboa
Porto
Berlim, Alemanha
Portugal

Cada vez mais russos escolhem a Madeira

O Governo da Madeira assegurou que pretende manter um estreito relacionamento com a comunidade russa residente na ilha, que tem vindo a aumentar e é agora composta por cerca de 1.500 cidadãos. O objetivo é “manter um relacionamento muito próximo com a comunidade russa na Madeira, que escolheu a região não só para residir, mas também para investir e desenvolver os seus negócios”, declarou o diretor regional da Comunidades e da Cooperação Externa do executivo madeirense.

Rui Abreu falava após uma reunião que manteve no Funchal com as responsáveis da Associação Onda Russa, Maria Marochkina e Anna Palcy, cujo conteúdo foi divulgado numa nota pelo seu gabinete.

No documento, o diretor regional salienta que a comunidade oriunda da Rússia tem registado um crescimento na Madeira, devido aos Vistos Golden e outros investimentos, “contando atualmente com mais de 1.500 russófonos”.

O responsável recordou que a primeira vaga de entrada de russos na Madeira aconteceu com a emigração do leste europeu que veio trabalhar para o setor da construção civil.

Segundo Rui Abreu, estes cidadãos assumiram “um importante papel no desenvolvimento da Região Autónoma e, nos últimos cinco anos, assistiu-se a uma emigração que escolheu a Madeira para investir, continuando a contribuir para a criação de riqueza”.

“Para nós, esta comunidade é importante, porque já tem muitos investimentos na Madeira e queremos mais”, disse o diretor regional, defendendo um “relacionamento de proximidade” com a Associação Onda Russa, que representa esta comunidade.

Esta associação também se manifestou “interessada em trazer mais cidadãos russos para a Madeira, aproveitando as muitas vantagens de investimento na região, como os Vistos Golden.

Na mesma informação, pode ler-se que os grande objetivos da Onda Russa é “preservar e dinamizar a cultura e a língua russa”, existindo “alunos madeirenses jovens e adultos interessados na cultura russa e em aprender esta língua”, assim como por profissionais do setor imobiliário e por idosos.

A criação de uma biblioteca é um outro projeto que a associação pretende implementar, contando com o apoio da embaixada russa em Portugal para a sua concretização.

O diretor regional da Comunidades e da Cooperação Externa tem vindo a manter um ciclo de reuniões com várias comunidades representadas na Madeira, tendo realizado encontros com as associações da Venezuela, a Luso Sul-Africana de Portugal e a Cultural e Recreativa dos Africanos na Madeira.

#portugalpositivo