De que está à procura ?

alemanha
Lisboa
Porto
Berlim, Alemanha
Colunistas

Audição

Há uns tempo, fui interpelado junto a hipermercado, por duas pessoas muito simpáticas, pedindo-me para responder a um inquérito acerca de audição. Recusei porque estava com imensa pressa, mas no dia seguinte lá estavam eles de novo! Era um rapaz e uma rapariga, ela lindíssima, ambos muito empáticos.

Eu quando era muito garoto fui atropelado e rebentei um tímpano que foi recuperado. Hoje ouço melhor de um ouvido do que do outros e existem sons que vocês ouvem mas eu não, como exemplo, alguns agudos. Não foram grande sequelas e ás vezes dá jeito desligar das conversas porque não se ouve bem.

Respondi e no final garantiram-me, talvez para tranquilizar, que iria ser contactado por uma empresa especializada na matéria para um rastreio. Agradeci imenso, mas afirmei com convicção que não queria ser contactado mas frisei bem que no dia eu necessitasse de um aparelho de audição, contactava a empresa que eles representavam.

Como é óbvio, nem passou uma semana e telefonaram-me hoje. Depois de muita conversa, voltei a garantir que se sentisse necessidade pedia a ajuda deles e aconselhei que eventualmente, o rapaz simpático que me fez o inquérito, precisasse de um aparelho porque não ouviu o que eu lhe tinha dito.

A minha interlocutora riu-se e eu também me ri. Acabamos os dois a desejar um excelente fim-de-semana um ao outros.