De que está à procura ?

alemanha
Lisboa
Porto
Berlim, Alemanha
Lifestyle

Aprenda a História da Arte em Portugal através de um curso em linha

Inicia-se em janeiro um curso online intitulado Iniciação à História da Arte em Portugal. Basta dispor de apenas uma hora por semana e pagar um preço simbólico para apreender o essencial da História da Arte em Portugal. 

Durante quatro meses, Rita Manteigas, doutoranda em História da Arte na Universidade Nova de Lisboa organizará uma viagem virtual pelo urbanismo, arquitectura, pintura, escultura e artes decorativas por todo o país desde a Pré-História aos dias de hoje.

O curso dura de janeiro a abril de 2021 e poderá escolher os horários que prefere entre várias opções de segunda a sexta.

O curso é ministrado via Zoom com apenas dois ou três alunos por sessão. O custo é de 20 euros por mês, por aluno.

Para mais informações ligue +351 93 303 24 28 ou envie um e-mail para ritamanteigas@gmail.com

As inscrições devem ser feitas até 15 Dezembro de 2020.

Programa

  • Sessão de apresentação. O “antes” da Antiguidade no território português.
  • A Antiguidade Clássica e Tardia em Portugal. O Império Romano: como se estruturavam as cidades? Os edifícios e a sua decoração: a pintura e o Mosaico. A escultura, cópias e inovações.
  • A Idade Média em Portugal. As “Invasões”: os povos do Norte e os povos do Sul. O Campo e a Cidade: os mosteiros; as muralhas e a reorganização das cidades. O que é o Românico, o Gótico e o Mudéjar? Como evoluíram a Escultura e a pintura medievais?
  • A descoberta das rotas marítimas. O Manuelino e o Renascimento: originalidades e influências. A Arquitectura: da rua estreita para um traçado largo e planeado. A Pintura: o nascimento da perspectiva e da técnica a óleo. O que é o Barroco? A monumentalidade da cidade e o acompanhamento da escultura. A “mancha” e o movimento na pintura.
  • A “contemporaneidade”. O terramoto de 1755. O neoclassicismo. Outros revivalismos. O Romantismo e o Ecletismo. A pintura: o Naturalismo e os Modernos. A arquitectura Modernista e o “Português Suave”. A Arte a caminhar para a Liberdade.