De que está à procura ?

alemanha
Lisboa
Porto
Berlim, Alemanha
Alemanha

Alemanha: Little Portugal em Rommerskirchen

Com cerca de 5000 produtos, a empresa familiar “Vinhoteca Portugal” é o maior importador de bens portugueses na Alemanha. Tudo começou em um armazém de batatas, hoje a empresa emprega 55 pessoas. Recentemente, o jornal alemão “NGZ online” deu destaque a esta empresa, começando por dizer “Portugal is in Mode”(em tradução livre, “Portugal está na moda”).

O negócio familiar “Vinhoteca Portugal” em Rommerskirchen é um espaço de comércio grossista, supermercado e café. Aqui é possível encontrar atualmente cerca de 5000 produtos made in Portugal, desde vinho, cerveja, azeitonas, passando pelo azeite, camarões e bacalhau. E estes são os produtos preferidos dos clientes. “Em termos de carteira, somos o maior importador de mercadorias portuguesas na Alemanha”, referiu Ângelo Duarte (gerente júnior).

Facebook Vinhoteca Centro

Ãngelo Duarte – gerente júnior

Hoje em dia, a empresa emprega 55 pessoas, mas tudo começou em 1994 com um pequeno depósito de batatas. O pai de Ângelo Duarte, Acácio, 52 anos, era fazendeiro em Ramrath e deveria comprar apenas uma caixa de vinho de seu país natal. A partir daí desenvolveu-se a ideia de negócio: Acácio Duarte partiu com a permissão de seu patrão para um pequeno comércio de vinhos e à medida que a demanda se tornava cada vez maior, o negócio foi tomando outras proporções.

Em 2001, Acácio abriu um espaço com apenas quatro funcionários na Otto-Hahn-Straße em Rommerskirchen. Contudo, os clientes foram aumentando e havia necessidade de um local maior. A solução foi um segundo espaço para o negócio.

Em 2015 abriram, na Rudolf-Diesel-Straße um supermercado para clientes particulares e um café  -“Vinhoteca Centro”. Quanto aos clientes, além de portugueses e alemães, passam por lá holandeses e belgas.

“Um mercado especializado exclusivamente com produtos portugueses continua a ser um nicho”, disse Ângelo Duarte. O próximo passo é a implementação de uma loja online.

Leia o artigo completo (em alemão), aqui.