De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Lifestyle

Acordo Ortográfico pode vir a ser alterado ou revogado

A Comissão da Cultura levou à Assembleia da República, na passada quarta-feira, o relatório de atividades do Grupo de Trabalho para Avaliação do Impacto da Aplicação do Acordo Ortográfico (AO). Em debate esteve a possibilidade deste acordo sofrer alterações ou até mesmo ser revogado.

O AO foi aprovado há 10 anos e é obrigatório há quatro, mas nunca foi consensual.

O jornal i teve acesso a um documento no qual “os deputados entendem que o AO não cumpriu o objetivo de unificar num vocábulo comum a Língua Portuguesa e, por isso, recomendam que haja uma nova ronda de negociações entre os Estados-membros da CPLP”.

A mesma fonte sabe que os partidos CDS, PSD, BE e PCP estão disponíveis para alterar o próprio acordo. No entanto, o Partido Socialista “é o único que parece não concordar com as mudanças”.

As alterações podem incluir as propostas da Academia de Ciência de Lisboa, que incluem repor os acentos, como em “pára”, as consoantes eliminadas em algumas palavras, como “espectador”, e os hífens, como em “fim-de-semana”.