De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Colunistas

Abril a florir

Abril a florir

Aqui

Despontam coloridas

As flores do jardim

Mas não ali

Onde o fogo consome

Tudo o que move

Restam as feridas

Batalhas perdidas

Dedos no botão vermelho

A ignomínia

De tanta mão sem freio

 

Abril a florir

Aqui

E o pai natal

Que já não sorri

Ali

A distribuir embrulhos

Sem laços

Pelas chaminés

Sem traços

Paula Sá Carvalho, Abril 2018