De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Lifestyle

A mais antiga garrafa de vinho do mundo é da Madeira

Uma equipa de arqueólogos descobriu a mais antiga garrafa de vinho do mundo – e ela vem da Madeira. A garrafa, ainda selada e com o vinho bem preservado no interior, data de cerca de 1679 e foi encontrada quando os arqueólogos escavavam, junto à Torre de Londres, uma garrafeira de um militar britânico do século XVII.

É provável que a garrafa recém descoberta deste vinho da Madeira do século XVII tenha sido feita com uvas colhidas em princípios ou meados da década de 70 de mil e seiscentos, tendo sido então embarcado da Madeira para as colónias britânicas nas Caraíbas e regressado depois, atravessando todo o Atlântico, a Inglaterra.

No século XVII, o vinho da Madeira não era fortificado (não lhe era adicionado aguardente) como é hoje.

Provavelmente que o dono experimentou outra garrafa da mesma colheita, não gostou do sabor e pô-la de lado. Sabemos isto porque uma garrafa aberta com quase todo o vinho no interior foi encontrada ao lado da garrafa fechada.

O vinho pertencia ao artilheiro-mor de Inglaterra, um oficial de artilharia da Torre de Londres, cuja casa foi demolida nos anos 70 do século XVII e reconstruída na década seguinte.

Foi durante a demolição que a velha garrafeira foi desactivada e enchida de terra.

As duas garrafas foram abandonadas neste local e mantiveram-se até hoje.

Originalmente o vinho tinha provavelmente dez ou doze por cento de álcool e um conteúdo de açúcar muito baixo. Contudo, passados 320 anos, o seu nível de álcool desceu até aos seis por cento, mas o seu gosto e textura parecem ter-se mantido inalterados.