De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Mundo

Uma portuguesa à frente da astronomia mundial

Teresa Lago assumiu o cargo de secretária-geral da União Astronómica Internacional (UAI), a maior organização de astronomia do mundo. A professora reformada da Faculdade de Ciências (FCUP) e fundadora do Centro de Astrofísica da Universidade do Porto (CAUP) assume um mandato de três anos (até agosto de 2021) e elegeu como prioridade a “inclusão”.
“Uma organização internacional feita para todos tem de contribuir para a inclusão, que não é só a inclusão de género, é de muitos tipos: é de culturas diferentes que têm de ser respeitadas, mas que podem dificultar ou facilitar a ciência”, referiu a cientista.
Fundada em 1919, a União Astronómica Internacional é uma organização não-governamental com sede em Paris, sendo a autoridade internacional responsável pela atribuição dos nomes oficiais de todos os corpos celestiais e das suas superfícies. Atualmente conta com mais de 13.000 membros de cerca 100 países, entre astrónomos profissionais, investigadores e docentes dedicados à pesquisa e ensino da Astronomia.
Teresa Lago é doutorada em Astronomia pela Universidade de Sussex, no Reino Unido, tendo desenvolvido toda a sua atividade docente e de investigação na Universidade do Porto. Em 1989 fundou e foi a primeira diretora do CAUP – Centro de Astrofísica da Universidade do Porto (atualmente renomeado Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço, após a fusão com o Centro de Astronomia e Astrofísica da Universidade de Lisboa), uma das mais reconhecidas e premiadas unidades de investigação de Portugal.
Desde 2015 que ocupava o cargo de secretária-geral adjunta da União Astronómica Internacional.