De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Comunidades

Trabalho destacado: proposta de Macron pode afetar 65 mil portugueses

Presidente francês, Emmanuel Macron, quer rever diretiva de 1996 para contrariar o “dumping social”. Alterações propostas podem vir a penalizar países que mais trabalhadores “exportam”, como é o caso de Portugal e das nações da Europa de Leste.

Se o presidente francês, Emmanuel Macron, levar a dele avante, os cerca de 65 mil trabalhadores portugueses em regime de destacamento a laborar atualmente na União Europeia podem ver a vida complicar-se, revela o Jornal de Notícias.

Isto porque Paris pretende corrigir a diretiva europeia de 1996 sobre trabalho destacado, modalidade que permite a uma empresa comunitária enviar temporariamente trabalhadores para outros países da comunidade. A pretensão vai a discussão em Bruxelas a 23 de outubro.