De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Comunidades

Suspeito do rapto de Maëlys pode ser acusado noutros casos

A justiça francesa está a investigar a possibilidade de Nordahl Lelandais (na foto) – principal suspeito do desaparecimento da lusodescendente Maëlys de Araújo – estar envolvido no desaparecimento de outros dois jovens, em 2015.

Lucas Tronche, de 15 anos, nunca mais foi visto após o dia 18 de março de 2015, quando saiu da sua casa em Bagnols-sur-Cèze para se encontrar com o irmão nas piscina de Laudun, revela o site Notícias ao Minuto.

O desaparecimento do jovem permanece, até hoje, como um mistério, embora um homem tenha sido condenado a dois anos de prisão, depois de ter assumido ter enviado várias cartas maldosas aos pais do jovem após o seu desaparecimento. Contudo, nunca foram encontradas provas de que este estaria envolvido no desaparecimento de Lucas, motivo pelo qual a polícia voltou a pedir às testemunhas que se recordem do homem que terá estado naquele dia junto ao local do desaparecimento.

A polícia vai voltar a ver as imagens de videovigilância do local, os registos da conta bancária de Nordhal e o registo de chamadas efetuadas. Nordhal tornou-se suspeito do caso dado que conhece bem a zona de Bagnols-sur-Cèze, onde se deu o desaparecimento.

Antoine Zoia, de 16 anos, desapareceu um ano após Lucas, em Clarensac, local que fica a uma hora de distância de Bagnols-sur-Cèze. Nesse dia, o jovem terá saído de casa para ir ao café e nunca mais apareceu. O caso permanece também em mistério tendo, na altura, o procurador geral da República de Nîmes feito referência à existência de um serial killer na zona.

Após a confirmação do envolvimento de Nordahl no desaparecimento e morte do ex-militar Arthur Noyer, em Savoie, e de ser o principal suspeito do desaparecimento de Maëlys, começa a ser analisada a possibilidade de este ser o autor de outros crimes semelhantes naquela região francesa.