De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Lifestyle

Quatro projetos portugueses finalistas do Festival Mundial de Arquitetura

© MJARC Arquitetos Associados

Quatro projetos portugueses estão entre os nomeados do Festival Mundial de Arquitetura 2018 (WAF, na sigla inglesa), que irá decorrer em Amesterdão, na Holanda, de 28 a 30 de novembro, de acordo com o sítio ´online´ do evento.

A iniciativa dedicada à arquitetura contemporânea, criada há uma década em Barcelona, recebeu este ano mais de mil inscrições de projetos localizados em 81 países em todo o mundo.

Nos finalistas do WAF deste ano estão projetos portugueses como a Capela de Nossa Senhora de Fátima, em Castelo Branco (Portugal), da autoria da Plano Humano Arquitetos, inserida na lista dos nomeados na categoria “Religião”.

Na categoria “Casa”, o atelier MJARC Arquitetos Associados, com a Douro Valley House, em Marco de Canaveses (Portugal), é também outro projeto português na lista de finalistas.

Na categoria “Vilas”, Miguel Arruda Arquitetos Associados, com a Casa na Fuzeta, em Olhão (Portugal), é outro dos finalistas.

Também é finalista na categoria “Edifício de Uso Misto” o edifício “Metamorphosis”, em Luanda (Angola), da autoria do ateliê de arquitetura Segmento Urbano, e que acolhe a sede para Angola da construtora portuguesa Conduril Engenharia S.A.

Entre 28 e 30 de novembro, em Amesterdão, as equipas pré-selecionadas serão convidadas a apresentar os seus projetos a um júri com mais de uma centena de profissionais, que escolherá os melhores.

Estes finalistas passarão a apresentar a um outro júri que determinará os vencedores do Edifício Mundial do Ano de 2018, Projeto Futuro do Ano e Paisagismo do Ano.

Os finalistas estão divididos em projetos já construídos e outros ainda por realizar, dispersos por categorias que vão desde a área da saúde, ao desporto, a hotéis, residências, escritórios e equipamentos de cultura.