De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Colunistas

Prisão perpétua ou não

hand in jail

Outra situação que nem quero discutir convosco, tanto mais que tenho a opinião bem formada é em relação à pena de morte, e não me venham com tretas se mataram o teu filho ou o teu neto, e violaram ovelhas, ou incendiaram pinheiros! É que nem sequer vou confundir justiça com vingança, e acredito que a justiça passa por metodologias de recuperação do indivíduo para a sociedade! E também está mais do que provado que lá por um país ter pena de morte, que o número de crimes é inferior. Bem pelo contrário, não é?

Da mesma forma que acredito na regeneração do individuo, pelo mesmo motivo acredito que é essencial a existência da pena de prisão perpétua! Se um tipo não aprendeu nada em vinte anos na cadeia, não se regenerou, então continua a ser uma ameaça para a sociedade.

Na União Europeia apenas dois países não possuem a pena de prisão perpétua: Portugal e a Croácia! E isso nem é bom nem é mau, apenas significa que um tipo ao final de 25 anos, mesmo que seja um serial killer não arrependido, não regenerado, saia da prisão e volte a fazer o mesmo que já fez! E isto tem interrogações medonhas, não só porque existe uma punição e alguns anos na prisão, mas porque acho que a prisão também deveria servir para preparar o regresso do preso à liberdade, e o facto de estar preparado ou não, é que ditaria o tempo efectivo de reclusão.