De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Lifestyle

Portugueses são os que mais tempo têm para almoçar na Europa

A YouGov, uma empresa de estudos de mercado, realizou uma pesquisa sobre hábitos alimentares e concluiu que Portugal é o país onde os intervalos para almoço são mais longos, com uma média de 58 minutos. Na outra ponta do espectro estão os polacos com uma hora de almoço de apenas 26 minutos em média. Por seu lado na Roménia 32% dos trabalhadores não fazem intervalo de almoço.

A acompanharem as sandes feitas como a refeição mais popular no horário de almoço ( 33%), estão as saladas e as massas. Apenas uma pequena parte dos trabalhadores opta por refeições mais exóticas (culinária tailandesa, oriental ou sushi).De acordo com uma das empresas principais na entrega de refeições (Uber Eats), os seis menus mais populares são: salada, burrito, bowl, prego no prato, massas e hambúrgueres.

Os pedidos na aplicação da Uber Eats são também o indicador utilizado para situar os horários de almoço. Um terço são feitos entre as 12:00 e as 14:0. Nesse aspeto a hora de almoço de 76% dos portugueses abrange o horário compreendido entre as 12:00 e as 13:00. Os espanhóis são do povo que almoça mais tarde: entre as 13:00 e as 14:00.

Por outro lado, um em cada quatro portugueses faz a mesma refeição todos os dias. Neste parâmetro os polacos são novamente recordistas sendo os que mais comem a mesma refeições iguais todos os dias. A pesquisa revela também que 17% dos portugueses optam por almoçar à secretária, ao passo que 22% trabalham e almoçam em simultâneo.

Amanda Hamilton, especialista em nutrição, chama à atenção para a relação entre uma pausa adequada e o nível de produtividade, “segundo os dados mais recentes, um funcionário a tempo inteiro na UE trabalha em média 40,3 horas. No entanto, estudos concluem que não é possível concentrar-se ou ser produtivo durante esse período de tempo sem uma pausa adequada. O declínio na tradicional “hora do almoço” significa que os trabalhadores não estão a ter a possibilidade de restabelecer energias e refrescar. É essencial que as pessoas façam boas escolhas no horário do almoço para garantir que sintam-se melhor durante o horário de trabalho”.

O estudo foi efetuado entre os dias 12 e 20 de setembro via online e abrangeu uma amostra de 8058 adultos europeus com idades superiores a 18 anos, oriundos de países como a Roménia, Holanda, Itália, Portugal, Polónia, Suécia, Áustria, Bélgica e Espanha.