De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Desporto

Particulares na Suíça vão servir para Fernando Santos dar ritmo a uns e última oportunidade a outros

O selecionador de futebol Fernando Santos tem dois exames na Suíça, frente a Egito e Holanda, para avaliar a condição dos seus pupilos e perceber quem ainda pode realmente reforçar o campeão da Europa no Mundial2018.

A três meses de ir tentar fazer história na Rússia, em busca de inédito título, Portugal tem exigentes testes perante adversários com várias semelhanças com os que vai encontrar no grupo B do Mundial, nomeadamente entre Egito e Marrocos, que Portugal defronta em 20 de junho em Moscovo, e Holanda e Espanha, com quem os lusos iniciam a competição, em 15, em Sochi.

Fernando Santos procurará dar ritmo e saber o que atualmente valem física e mentalmente alguns dos seus ‘preferidos’ que têm tido pouco espaços nos seus clubes – André Silva (AC Milan), Raphaël Guerreiro (Borussia Dortmund) e Adrien Silva (Leicester) –, enquanto dá uma última oportunidade a outro naipe de aspirantes a integrar o lote final de 23.

Esta será, certamente, a derradeira chance na seleção para o central Rolando (Marselha), novidade nos convocados da era Fernando Santos, e o médio Manuel Fernandes (Lokomotiv Moscovo), ambos com 32 anos.

O defesa João Cancelo (Inter), de 23 anos, e o médio Rúben Neves (Wolverhampton), 21 anos, estão no lote dos jovens que se procuram afirmar, no qual se incluía o central benfiquista Ruben Dias (20 anos), chamado pela primeira vez aos ‘A’, mas que foi forçado a adiar o sonho devido a lesão, que também afastou os sportinguistas Fábio Coentrão e William Carvalho.

Estas contrariedades obrigaram o treinador a chamar Luís Neto, central de 29 anos que joga no Fenerbahçe, por empréstimo do Zenit, e o lateral-esquerdo Mário Rui, do Nápoles, que, aos 26 anos, pode estrear-se na seleção principal.

Para este duplo teste são também baixas, por lesão, os defesas Pepe e Nélson Semedo, bem como os médios Danilo Pereira e Renato Sanches, além do ‘herói’ Éder, autor do golo que deu a Portugal o título europeu em 2016, na final com a França (1-0, após prolongamento).

Face a alguns problemas físicos, dá-se o facto inédito de Portugal não contar, em simultâneo, com atletas de FC Porto e Benfica, sendo que os únicos da seleção a atuar em Portugal são os sportinguistas Rui Patrício, Bruno Fernandes e Gelson Martins.

O ‘duelo’ com o Egito está agendado para sexta-feira, às 19:45, em Zurique, na Suíça, e o embate com a Holanda será três dias mais tarde, às 19:30, em Genebra.

Depois destes particulares, Portugal já tem agendados mais três, em 28 de maio, com a Tunísia, em Braga, em 02 de junho, na Bélgica, e em 07 de junho, com a Argélia, em solo luso.

Em 09 de junho, a comitiva lusa parte para a Rússia, onde começa o Mundial2018 em 15 de junho, frente à Espanha. No dia 20, mede forças com Marrocos e, no dia 25, com o Irão, de Carlos Queiroz, em encontros do grupo B.

Lista dos 24 convocados.

– Guarda-redes: Rui Patrício (Sporting), Beto (Göztepe, Tur) e Anthony Lopes (Lyon, Fra).

– Defesas: Cédric Soares (Southampton, Ing), José Fonte (Dalian Yifang, Chn), Bruno Alves (Glasgow Rangers, Esc), João Cancelo (Inter de Milão, Ita), Rolando (Marselha, Fra), Raphaël Guerreiro (Borussia Dortmund, Ale), Luís Neto (Fenerbahçe, Tur) e Mário Rui (Nápoles, Ita).

– Médios: João Moutinho (Mónaco, Fra), André Gomes (FC Barcelona, Esp), João Mário (West Ham, Ing), Bruno Fernandes (Sporting), Rúben Neves (Wolverhampton, Ing), Adrien Silva (Leicester, Ing) e Manuel Fernandes (Lokomotiv Moscovo, Rus).

– Avançados: Bernardo Silva (Manchester City, Ing), Gelson Martins (Sporting), André Silva (AC Milan, Ita), Cristiano Ronaldo (Real Madrid, Esp), Ricardo Quaresma (Besiktas, Tur) e Gonçalo Guedes (Valência, Esp).