De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Mundo

Papa Francisco vai passar a andar de carro elétrico

O Papa Francisco vai passar a andar num carro «100 por cento elétrico», nas suas deslocações pelo Vaticano e em Roma.

Segundo a Rádio Vaticano, está previsto que o Papa argentino recorra à utilização de um veículo mais amigo do ambiente, pelo menos “durante um ano, como parte de um projeto-piloto que quer provar os benefícios dessa tecnologia”, para a natureza e para a economia.

Esta iniciativa partiu de “uma empresa alemã de consultoria em investimentos”, que de acordo com a mesma fonte ofereceu ainda a Francisco “quatro estudos sobre como transformar o Vaticano num dos primeiros Estados do mundo a recorrer 100 por cento a energias renováveis”.

A intenção dos promotores deste projeto passa ainda por mostrar que é possível “um ambiente com 100 por cento de mobilidade livre de emissões de CO2”, e fazer do Vaticano também “um dos primeiros lugares a utilizar baterias de veículos elétricos para armazenamento de energia”.

Tudo em prol de “uma economia” mais sustentável e em linha com a “encíclica Laudato Si, a primeira na história da Igreja Católica a abordar questões ambientais”, recorda a Rádio Vaticano.

Sobre o carro que o Papa escolheu, o serviço informativo da Santa Sé realça que foi oferecido a Francisco um modelo “de luxo”, no entanto ele “deu preferência a um veículo menor”.

Para o responsável pela referida companhia de consultoria, “o facto de o Papa começar a usar um carro 100 por cento elétrico é uma ótima notícia, pois ele estabelece um exemplo a ser seguido por outros chefes de Estado e por qualquer pessoa no mundo”.

“Hoje não é apenas moralmente correto, mas é também mais barato ter um carro elétrico, em comparação com um carro com motor de combustão“, acrescentou Jochen Wermuth.