De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Mundo

Major-general Marco Serronha nomeado segundo comandante da força da ONU na RCA

O major-general do Exército português Marco Serronha foi nomeado para as funções de segundo comandante da missão militar da ONU na República Centro-Africana (RCA), informou esta terça-feira a Presidência da República portuguesa, na sua página oficial na internet.

Segundo a informação disponibilizada, o Presidente da República e Comandante Supremo das Forças Armadas, Marcelo Rebelo de Sousa, assinou hoje, sob proposta do Governo, o “decreto de nomeação” do major-general Marco Paulino Serronha para o cargo de segundo comandante da Missão Multidimensional Integrada das Nações Unidas para a Estabilização da República Centro-Africana (MINUSCA).

A nomeação será “pelo período inicial de um ano, com efeitos à data de tomada de posse”, lê-se ainda na informação da Presidência portuguesa.

A MINUSCA é comandada pelo tenente-general senegalês Balla Keita.

A missão da ONU iniciou-se em setembro de 2014, com mandato para “proteção dos civis”, “promoção e proteção dos direitos humanos”, “apoio à justiça nacional e internacional” e “desarmamento, desmobilização, reintegração e repatriação”, num contexto de crise política e de violações de direitos humanos, segundo refere o “site” do Estado-Maior General das Forças Armadas.

Portugal está presente na RCA com a 3.ª Força Nacional Destacada Conjunta, composta por 156 militares, dos quais 153 do Exército, sendo 123 paraquedistas, e três da Força Aérea, que iniciaram a missão em 05 de março de 2018 e têm data prevista de finalização nesta quarta-feira.

Um novo contingente, também de militares paraquedistas, partirá para a RCA na madrugada de quinta-feira, para mais seis meses na missão da MINUSCA.