De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Portugal

Hermínio Loureiro detido por alegada corrupção e tráfico de influência

A Polícia Judiciária, no âmbito de inquérito titulado pelo Ministério Público – DIAP de Aveiro, Secção de Santa Maria da Feira, deteve sete pessoas pela “presumível autoria de crimes de corrupção ativa e passiva, prevaricação, peculato e tráfico de influência”. Entre os quais um autarca, um ex-autarca, um funcionário camarário e empresários. Segundo a TVI e o Correio da Manhã o ex-autarca em causa será Hermínio Loureiro, ex-presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis, ex-presidente da Liga de Futebol Profissional e ex-secretário de Estado do Desporto.

Para já há “fortes indícios da existência de relações privilegiadas entre os suspeitos que, ao longo do último ano, têm visado a realização de diversas obras em diferentes localidades, manipulando as regras de contratação pública”, lê-se no comunicado sobre a “Operação Ajuste Secreto”.

 Foram levadas a cabo 31 buscas, incluindo cinco camarárias e cinco em clubes locais de futebol, na qual participaram magistrados do Ministério Público e cerca de noventa elementos da Polícia Judiciária.

Os detidos têm idades compreendidas entre os 40 e os 60 ano e serão presentes a primeiro interrogatório judicial à competente autoridade judiciária para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Hermínio Loureiro renunicou ao cargo de presidente da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis em dezembro de 2016. Na altura justificou a decisão dizendo que “é muitas vezes mais importante saber sair da cena política, do que a ela se apresentar”. De acordo com uma declaração transmitida na Câmara Municipal, à qual a Lusa teve acesso, Hermínio Loureiro (PSD), reeleito em 2013 para a presidência da autarquia, disse que se tratava da conclusão “da atividade política como dirigente eleito pelos munícipes, transmitindo os destinos do concelho a outras pessoas, igualmente preparadas, no quadro previsto na legislação em vigor”.