De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Mundo

Fuga aos impostos: Cristiano Ronaldo reitera a sua inocência

Cristiano Ronaldo foi ouvido esta segunda-feira durante hora e meia no tribunal de Pozuelo de Alarcón, nos arredores Madrid, na qualidade de suspeito de ter defraudado o fisco espanhol em 14,7 milhões de euros entre 2011 e 2014. Durante a audiência terá sido notória a tensão em alguns momentos, segundo avança o jornal ‘Marca’.

Cristiano Ronaldo reiterou a sua inocência repetidamente. O diário espanhol conta que a dada altura perante “uma resposta que não estava a ser tão clara como pretendia, a juíza sugeriu o recurso a um intérprete, algo que o jogador recusou visivelmente incomodado”. “Não, falo eu”, frisou CR7.

A ‘Marca’ revela ainda que o comunicado que mais tarde foi distribuído à imprensa e que estava pronto para ser entregue de imediato foi alterado, uma vez que terminava com a referência “o jogador prestou declarações à imprensa”.

No comunicado, Cristiano Ronaldo sublinhou que o fisco conhece todos os seus rendimentos porque nunca escondeu “nada nem intenção de fugir aos impostos”.

“Faço sempre as minhas declarações de impostos de maneira voluntária, porque penso que todos temos de declarar e pagar impostos de acordo com os nossos rendimentos. Os que me conhecem, sabem que peço aos meus assessores que tenham tudo em dia e corretamente saldado, porque não quero problemas”, assinalou.