De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Desporto

Fisco espanhol fez mal as contas e devolveu dois milhões a CR7

O fisco espanhol devolveu dois milhões de euros a Cristiano Ronaldo pagos a mais pelo futebolista no processo por fraude fiscal. O jogador aceitou pagar os 18,8 milhões, mas a agência tributária refez as contas e concluiu que o jogador só devia ter pago 16,7 milhões.

De acordo com o jornal El Mundo, que avançou com a notícia na sexta-feira, o internacional português recebeu a devolução de mais de 2 milhões de euros. Contas feitas e, afinal, Cristiano Ronaldo pagou ao fisco espanhol mais do que devia.

A Autoridade Tributária de Espanha terá concluído que o futebolista pagou esse valor em IVA pela transferência dos seus direitos de imagem para o empresário Peter Lim, sem ter a obrigação legal o fazer. Ou seja, esta operação não está sujeita ao IVA espanhol por se tratar de uma prestação de serviços fora de Espanha.

Recorde-se que no passado mês de julho, Cristiano Ronaldo e o fisco espanhol chegaram a acordo para o pagamento de uma multa por evasão fiscal. O futebolista concordou pagar cerca de 19 milhões de euros e a condenação a dois anos de prisão com pena suspensa.