De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Colunistas

Estive em Silves

Estive em Silves anteontem de manhã. Vi o cansaço nos olhos dos bombeiros que, na noite anterior, lutaram para proteger pessoas e bens! Vi também o desalento! Desalento de quem quer fazer mais mas é impedido por quem manda mas nada conhece! Sim, porque quem manda tem de saber fazer! Não basta dizer que tem o curso x ou a formação y! Tem de ter experiência!

No caso do combate a incêndios, tem de conhecer a área, saber onde se devem colocar forças para não permitir ao fogo avançar, tem de saber mobilizar os homem e acima de tudo incentiva-los, fazê-los sentir que o seu trabalho tem valor.

Os bombeiros que combatem o incêndio da Serra de Monchique são comandados por quem não conhece a área, por quem só conhece o Algarve para vir a praia! Ninguém conhece melhor o Algarve, que os que cá habitam, que os que fizeram dele o que é hoje.

Não são os “engravatados” de Lisboa que sabem os melhores caminhos, os melhores sítios de combate! São os bombeiros de cá que conhecem como a palma da mão aquela Serra que sabem onde têm de atacar, para proteger a sua gente.

Estamos a sofrer desde sexta-feira! Eu estava a 20kms e o fumo tapava o sol, o cheiro (hoje não tão intenso) entra pelas narinas!

Vejo turistas a fotografar o céu! A perguntarem o que aconteceu! Apetece explicar que somos um país de “jobs for the boys” e que primeiro está o ajudar o filho da amiga que nunca teve objetivos na vida e só depois está a população em geral, que luta e sofre!

Os nossos bombeiros merecem respeito! Se cometem erros? Claro que sim. Mas toda a gente os comete! Mas estão lá, incansáveis, a dar o seu melhor.