De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Desporto

Equipa da Covilhã vence europeu universitário de futsal masculino

© Direitos reservados

A equipa masculina de futsal da Associação Académica da Universidade da Beira Interior (AAUBI) conquistou esta segunda-feira, na Turquia, o campeonato europeu universitário da modalidade, após vencer na final a Universidade de Tiblíssi State, da Geórgia, por 5-4.

Esta foi a primeira vez que uma formação portuguesa disputou uma final e venceu a competição.

A equipa da Covilhã, orientada por Arménio Coelho, ganhou os cinco jogos da fase de grupos e na meia-final deixou pelo caminho os também portugueses da Associação de Estudantes da Faculdade de Economia da Universidade do Porto, numa reedição da final dos Campeonatos Nacionais Universitários, desta vez com um resultado favorável aos estudantes da Universidade da Beira Interior (UBI).

O treinador considera a conquista do europeu universitário “um marco histórico no futsal nacional”, diz que o campeonato foi “uma montra” e espera que o futsal e o desporto universitário em geral passem a ser olhados com outra atenção.

“Não sei quais vão ser as repercussões disto, mas gostava que se passasse a olhar para o desporto universitário de uma forma diferente. Gostava que as pessoas valorizassem muito mais o desporto universitário, nomeadamente na região, e contribuíssem com o que é necessário para o seu desenvolvimento, dando condições”, sublinhou à Agência Lusa Arménio Coelho.

Os 11 jogadores campeões, estudantes na UBI, alinham em clubes da região, três deles (Rafa, Abdul e David Gomes) no primodivisionário Fundão, sendo que Bruno Serôdio, autor de três golos na final, assinou pelo Boa Esperança, do segundo escalão.

Mas, o treinador lembra que há dois anos nove deles disputavam o campeonato distrital de Castelo Branco. Arménio Coelho, há mais de uma década a orientar a equipa da AAUBI, acrescenta que o título “não aconteceu do pé para a mão”.

“Esta equipa trabalha junta há três anos e neste período têm duas finais nacionais e um título europeu”, realçou.

O técnico espera que a inédita conquista de hoje sirva para que os jovens futsalistas da região percebam que não têm de ir para longe se quiserem continuar a jogar.

“Espero que quem joga futsal na região não tenha de ir estudar para fora. Que sinta que aqui têm esta possibilidade de trabalharem e têm a possibilidade de se desenvolverem, porque na UBI possibilitamos que estejam nestes palcos”, frisou Arménio Coelho, à Agência Lusa.

Para poderem estar presentes os jogadores abdicaram da redução de 40% do valor da propina a que tinham direito, por terem sido vice-campeões nacionais, e o timoneiro ‘ubiano’ espera que a reitoria reconheça o mérito do grupo, isentando os futsalistas do valor total da propina.

A Faculdade de Economia da Universidade do Porto subiu ao terceiro lugar do pódio. A Universidade do Minho foi a representante portuguesa feminina na prova.