De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Europa

Cônsul português chocado com atentado em Barcelona

O cônsul português em Barcelona, Paulo Telles da Gama, mostrou-se hoje chocado com o ataque terrorista no centro de Barcelona mas assegurou que, até ao momento, não tem informação de emigrantes portugueses afetados.

“Um atentado destes à nossa porta faz-nos pensar nas coisas”, afirmou à Lusa Telles da Gama que disse ter estado em contacto, nas últimas horas, com “muitos portugueses” que vivem na cidade sem qualquer registo de emigrantes atingidos pelo atentado de hoje.

“O que nos preocupa mais é saber se há portugueses envolvidos e até agora não temos indicação. Estamos em contactos estreitos com as autoridades locais”, afirmou o cônsul.

Na Catalunha, vivem 12 a 13 mil portugueses, explicou o diplomata. Trata-se de uma “comunidade jovem entre os 25 e os 45 (anos), classe média-alta, com ensino superior” e “muito bem integrada na vida da cidade”.

No entanto, a maioria dos habitantes de Barcelona não frequenta as Ramblas ou a Praça da Catalunha, pelo que não é provável que existam residentes afetados.

“Aquela zona das Ramblas e uma zona de turistas”, “tem tanta gente que se torna incómodo” passar lá, salientou o diplomata português.

O ataque terrorista na capital da Catalunha ocorreu pelas 17:00 locais (16:00 em Lisboa), quando uma furgoneta branca galgou um passeio na zona da Praça da Catalunha, nas Ramblas, e atropelou dezenas de pessoas, causando 13 mortos e 80 feridos, gerando pânico na zona diariamente frequentada por milhares de turistas.

Entretanto, a Polícia da Catalunha deteve duas pessoas por suposto envolvimento no ataque, já reivindicado pelo grupo ‘jihadista’ Estado Islâmico.