De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Mundo

China aumenta importações dos Vinhos do Porto e Douro

O Instituto dos Vinhos do Douro e Porto (IVDP) marca presença, até quinta-feira, na Vinexpo de Hong Kong, alavancado pelo aumento das exportações para a Grande China (China, Macau e Hong Kong) registado em 2017, foi hoje anunciado.

Segundo o IVDP, as exportações de Vinhos da Região Demarcada do Douro (RDD) para a Grande China registaram um crescimento, tendo em 2017 sido vendidas 106 mil caixas (+11,3%) de Porto e Douro no valor de 5,6 milhões de euros (+6,3%), “representando “18% das exportações portuguesas de vinho para esse mercado” em 2017.

Quanto às vendas de Denominação de Origem Protegida (DOP) Porto para a Grande China, “ultrapassaram as 30 mil caixas (+14,1%), correspondendo a 2,3 milhões de euros (+1,3%)”, refere o IVDP, em comunicado enviado à agência Lusa.

Para o instituto, os vinhos DOP Porto “continuam a crescer em valor e a recuperar as quebras em 2014 (-31,9%) e em 2015 (-37,3%), frisando que o “preço médio de DOP Porto nos três territórios da Grande China é bem superior ao preço médio global de comercialização deste vinho (5 euros/litro em 2017)”.

Este crescimento, ainda segundo o instituto, fez com quem 2017 fechasse com “a China continental na 19.ª posição do ‘ranking’ de mercados para o Vinho do Porto”.

No que se refere ao DOP Douro, em 2017, segundo o IVDP, “foram exportadas 76 mil caixas (+10,2%) para a Grande China, no valor de 3,3 milhões de euros (+10,0%).

Este registo fez com que “pelo oitavo ano consecutivo” houvesse um “crescimento no valor das exportações de DOP Douro para este mercado”, numa “evolução muito positiva no valor das exportações para a China continental e “também para Macau”, recuperando “das quebras nos dois anos anteriores”.

Feitas as contas, o IVDP revelou que 2017 acabou com a “China continental como 11.º mercado no ranking de vendas de DOP Douro”.