De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Portugal

Casal parte de Viana para o mundo para mostrar como se celebra o amor

Mostrar ao mundo as diferentes culturas de celebração do amor e a diversidade das tradições ligadas ao casamento vai levar um casal a percorrer, durante um ano, mais de 100 mil quilómetros desde Viana do Castelo a Timor Leste.

A viagem ao mundo vai começar no dia 09 de julho com a partida, de avião, para o Canadá, e terminar em julho de 2018, em Timor Leste, “sempre na companhia da cadela, Duna”.

Sofia Meireis Alves e Ivo Tavares partem para o mundo “de coração aberto à descoberta de novas formas de amar, independentemente das convicções religiosas, orientações sexuais ou estratos sociais”.

“Encaramos esta viagem com uma experiência que vai ser muito enriquecedora para nós, enquanto pessoas, mais até do que uma mais-valia profissional”, afirmou hoje à Lusa Sofia Meireis Alves.

O casal – ela natural de Toronto mas com raízes em Viana do Castelo e ele natural do Porto, filho de mãe espanhola e que viveu mais de 10 anos em Burgos – quer “registar a cultura e as tradições de todo o mundo, em torno de um dos momentos mais altos da exaltação do amor, o casamento”.

Vão “registar tudo em fotografia e vídeo e mostrar ao mundo através de um ‘blogue’ designado “World you need is love”.

Inspirado numa das canções mais célebres dos Beatles, o nome “assenta como uma luva na aventura de uma vida”. A volta ao mundo vai ser “integralmente” financiada pela licenciada em ciências da comunicação, de 29 anos, e pelo namorado, de 37, fotojornalista.

Os planos não faltam, desde assistir a um casamento típico de uma tribo da Amazónia até uma cerimónia em Las Vegas, Índia, China ou Timor.

“Achamos que o mundo precisa de amor e queremos mostrar esse lado às pessoas”, explicou a jovem, que reside em Viana do Castelo.

Viajar mundo fora é “um sonho de sempre” de Sofia que começou a ganhar forma, há dois anos, com o apoio de Ivo e não foi difícil de encontrar “mote” para a viagem.

Além da carreira profissional numa empresa de pronto a vestir, Sofia é responsável pela organização de eventos no restaurante familiar, em São Romão do Neiva.

Gosta, especialmente, de preparar os casamentos e não esconde “que em todos” se comove como se fosse o primeiro.

“O sonho de viajar e o amor, que motiva esta volta ao mundo, são a junção perfeita”, reforçou, manifestando-se ansiosa por conhecer “novas culturas, tradições, pessoas de todas as idades, religiões, das mais pobres às mais ricas”.

Demonstrar que “o mundo não é apenas um lugar onde só há terrorismo e violência” é outra das mensagens que querem transmitir.

“Quando contamos às pessoas o que vamos fazer ficam surpreendidas por causa das notícias más que nos inundam o dia-a-dia,”, desabafou a jovem que garantiu não estar com receio.

“Há zonas onde sabemos que vamos ter que ter cuidado, mas não estamos nada assustados porque acreditamos que é preciso dar mais amor ao mundo”, referiu.

A viagem começa em Toronto, terra natal de Sofia, onde o casal vai comprar uma carrinha e partir para a costa oeste dos EUA, também conhecida por costa do Pacífico, visitando países como o México, Colômbia, Peru, Chile, Argentina e Brasil, entre outros.

“Em janeiro de 2018 regressamos a Portugal para matar saudades da família e voltamos a partir com destino à Índia, passando pelo Nepal, Tibete, China, sudoeste asiático até Timor-Leste”, explicou.

Na bagagem os dois viajantes vão levar o trabalho de casa, feito nos últimos meses, de “levantamento das tradições de cada região por onde vão passar.

As histórias que recolherem serão publicadas no ‘blogue’ “World you need is love” onde também irão divulgar “o material vídeo e fotográfico, acompanhado de textos informativos sobre as cerimónias a que forem assistindo”.

O projeto já está a ser divulgado através das redes sociais, desde novembro de 2016 e na página de ‘Facebook’, com o mesmo nome, o casal explica que “a ideia é mostrar que o amor está em todo o lado” e até aceita propostas de casamentos nos países a visitar.

“A ideia é mostrar que o amor está em todo o lado e que tudo o que precisamos é de amor”, lê-se na publicação.