De que está à procura ?

alemanha
Lisboa
Porto
Berlim, Alemanha
Mundo

Maria Conceição: primeira portuguesa a chegar ao polo sul

A filantropa Maria Conceição chegou ao polo sul na quinta-feira ao final do dia, tornando-se a primeira portuguesa a completar o trajeto, no âmbito de uma campanha para pagar os estudos de um grupo de crianças bengalis pobres.

Após a partida a 03 de janeiro, o grupo da portuguesa fez o trajeto de cerca de 111 quilómetros desde o campo de base Union Glacer sob ventos fortes e temperaturas que desceram até 30 graus negativos.

“Foi uma expedição difícil de sete longos dias a puxar equipamento pesado em temperaturas geladas e ventos intensos, exposta às condições atmosféricas 24 [horas por dia] durante sete dias com apenas as roupas e tendas como abrigo”, refere um relato da sua equipa, enviado à agência Lusa.

O polo sul, juntamente com o polo norte, é um dos pontos em que o eixo da Terra interceta a superfície terrestre e foi alcançado pela primeira vez por humanos em 1911, pelo explorador norueguês Roald Amundsen, depois das tentativas falhadas de Robert Scott e Ernest Shackleton.

Maria Conceição, uma antiga assistente de bordo, já tinha sido a primeira portuguesa a chegar ao cume do Evereste, em 2013, dois anos depois de ter caminhado até ao polo norte.

Em 2016, somou uma sétima entrada no Livro de Recordes Mundiais do Guinness ao completar seis triatlos Ironman em seis continentes diferentes no mais curto espaço de tempo registado, 56 dias.

No ano passado tentou atravessar a nado o Canal da Mancha apenas meses depois de aprender a nadar, mas acabou por desistir após sete horas devido à força das correntes.

Em todos estes desafios físicos, transporta e exibe a bandeira nacional, mas o objetivo principal é divulgar o trabalho da Fundação Maria Cristina (FMC), que criou em 2005 para ajudar crianças bengalis pobres.

“A Maria faz isso para mostrar que está determinada em garantir que as suas crianças no Bangladesh completem os estudos – para cumprir a promessa que fez às crianças, às suas famílias e aos muitos doadores que apoiaram a FMC”, refere a nota enviada à Lusa.

Até agora, a campanha de angariação de fundos na Internet “Maria goes to South Pole” [https://www.justgiving.com/campaigns/charity/maria-cristina/southpole] recolheu 1.244 libras (cerca de 1.400 euros).

Maria Conceição tem como objetivo angariar dinheiro que pague as propinas e refeições de 40 das 124 crianças que tem a cargo para começarem as aulas este mês numa escola em Dhaka.

A meta final é conseguir 318 mil dólares (265 mil euros) que vão assegurar que todas as crianças no programa da FMC chegam ao fim dos seus estudos.

Após alcançar o polo sul, Maria Conceição vai agora, com um número mais reduzido de pessoas, subir os 4.892 metros do monte Vinson, o mais alto da região, o que espera fazer entre 16 e 19 de janeiro.