De que está à procura ?

alemanha
Lisboa
Porto
Berlim, Alemanha
Desporto

Fonte: vai ser extremamente difícil mas vamos à Rússia para ganhar

José Fonte afirmou que Portugal vai à Rússia para vencer o Campeonato do Mundo de futebol, uma tarefa que será “extremamente difícil”, e desvalorizou o facto de estar a atuar numa liga menos competitiva como a chinesa.

“Queremos ganhar. Portugal joga sempre para ganhar. Não somos favoritos, mas temos um objetivo claro que é ganhar e sermos campeões. Claro que sabemos que será extremamente difícil, mas isso não nos impede de acreditar”, afirmou o defesa central em conferência de imprensa, minutos antes de mais um treino da seleção nacional, na Cidade do Futebol, em Oeiras.

Fonte passou a primeira metade da temporada afastado dos relvados e, na reabertura do mercado, acabou por abandonar o West Ham e a competitiva liga inglesa e rumou à China. “Precisava de jogar com regularidade. Tinha estado lesionado e tomei a decisão de ir para a China, para uma nova aventura, sabendo que ao jogar poderia estar no Mundial. Joguei todas as semanas contra grandes avançados. Na China, todas as equipas têm avançados de grande qualidade. Fiz 17, 18 jogos e sinto-me fresco”, contou o central do Dalian Yifang. Atualmente com 34 anos, José Fonte descartou qualquer tipo de ‘reforma’ após o Mundial2018 e garantiu que estará “sempre disponível” para jogar com as cores de Portugal.

“O passaporte não conta para nada. Sinto-me bem e felizmente nunca tive muitas lesões. Estou bem, estou fresco e terei sempre a vontade de representar o meu país”, disse. Questionado sobre a ausência de Cristiano Ronaldo, que ainda está de férias devido a ter terminado a época mais tarde, o defesa central formado no Sporting assumiu que o avançado é “muito importante” para a seleção nacional. “Queremos que ele integre o estágio o mais rápido possível. É o melhor jogador do mundo e qualquer equipa precisa do melhor jogador do mundo”, referiu.