De que está à procura ?

alemanha
Lisboa
Porto
Berlim, Alemanha
Alemanha

Amarcord, a nova livraria rebelde de Berlim

© Amarcord Facebook

A Amarcord faz a sua abertura oficial no sábado, dia 28 de janeiro, às 17h00, com música e poesia. A livraria abriu recentemente em Prenzlauer Berg (Paul-Robeson-Str. 2, 10439), Berlim, e conta com uma vasta oferta de livros em português. O projeto está vocacionado para a literatura, a filosofia, a política e a poesia, privilegiando as editoras independentes. Além do português, poderá encontrar obras em castelhano, francês e alemão. A livraria estará aberta de terça a quinta entre as 11h00 e as 18h00 e às sextas e sábados das 11h00 às 19h00.

Os fundadores da livraria Amarcord estiveram na génese da Utopie Magazin, uma revista cujo objetivo é reunir autores que escrevam sob uma perspetiva critica e utópica sobre a realidade da vida e do mundo. Filosofia, politica e literatura são os principais enfoques.

A revista (versão em papel) concretizou-se graças ao sucesso de uma campanha de crowdfunding. Trata-se de um projeto internacionalista, com autores e autoras de Portugal à Argentina, da Alemanha aos EUA, de França ao Brasil. Camilla Elle, alemã de Berlim, e Júlio Gomes, de Portugal são os fundadores da Utopie, o que, desde logo, espelha que todo o processo de conceção e concretização da revista passa sobretudo por duas línguas: o alemão e o português. A Amarcord será agora a nova casa desta revista utópica.

Um dos fundadores da Amarcord esteve na origem da livraria Gato Vadio e da editora 7 Nós, projetos independentes criados na cidade do Porto.