De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Europa

A melhor dissertação doutoral da Europa é portuguesa

Margarida Carvalho, 30 anos, é a primeira portuguesa a receber o Prémio para Dissertação Doutoral da EURO (a Associação Europeia de Sociedades de Investigação Operacional), entregue desde 2003 no final de cada conferência EURO-k, que se realiza normalmente de dois em dois anos. O concurso de 2018, cuja vencedora foi anunciada a 11 de Julho último, em Valência, Espanha, era referente a teses defendidas entre 2016 (o caso de Margarida Carvalho) e 2017. Os cinco jurados avaliaram “originalidade, pertinência, profundidade, amplitude e aplicações dos resultados; e as contribuições práticas e teóricas” das 32 candidaturas de “doutorandos ou cientistas com menos de dois anos de experiência em investigação, desde que completaram o doutoramento”, lê-se no site da EURO.

“Se tivermos um programa europeu de troca de rins, provavelmente conseguimos salvar mais pessoas do que se tivermos programas [de doação renal cruzada] a funcionar apenas a nível nacional” – a afirmação é de Margarida Carvalho, investigadora portuguesa na área da matemática que formulou, pela primeira vez, “um jogo para modelar programas de trocas de rins envolvendo hospitais de vários países” que parece simples. Afinal, assim teríamos “muito mais possibilidades” de compatibilidade entre dadores e utentes, começa por explicar a investigadora, cuja aplicação prática da tese no sector da saúde lhe valeu a “melhor dissertação de doutoramento na Europa”, nas áreas da investigação operacional.

O problema é que, nesta hipotética rede europeia de troca de rins – que até já está a ser pensada –, cada país iria continuar a jogar por si. Portugal, por exemplo, iria fazer por ter o maior número de transplantes renais nos seus hospitais. E, culpa da falta de vontade em colaborar, o “benefício social colectivo seria menor”, analisa a pós-doutoranda a viver em Montreal, no Canadá, há um ano. “Então, o que eu fiz foi desenhar um mercado de troca de rins com muito boas propriedades do ponto de vista do bem-estar social.”