De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Array ( [0] => WP_Post Object ( [ID] => 129873 [post_author] => 1 [post_date] => 2015-05-03 23:34:24 [post_date_gmt] => 2015-05-03 22:34:24 [post_content] => A fadista Cristina Branco atua no próximo dia 8 no Luxemburgo, num concerto dedicado a Portugal, durante o qual vai interpretar uma obra inédita de Mário Laginha, encomendada ao pianista de jazz português pela Orquestra Filarmónica do Grão-Ducado. O programa do concerto, integrado numa série dedicada à música de um país escolhido pela Philharmonie do Luxemburgo, inclui também canções populares, música contemporânea, jazz e fado, além de obras do compositor português Emmanuel Nunes, falecido em 2012, e ainda as "Folk Songs" do compositor italiano Luciano Beri. A fadista vai ser acompanhada pela Orquestra Filarmónica do Luxemburgo, com direção do maestro alemão Peter Rundel, diretor artístico do Remix Ensemble Casa da Música do Porto desde 2005, e por Mário Laginha ao piano e Miguel Amaral na guitarra portuguesa. O concerto dedicado a Portugal é o quarto numa série sobre vários países, depois de Espanha, Luxemburgo e China, confirmando a importância que a Philharmonie atribui ao público português no Grão-Ducado, disse à Lusa o responsável de comunicação da emblemática sala de espetáculos, projetada pelo arquiteto francês Christian de Portzamparc. "Temos sempre uma atenção particular aos vários públicos no Luxemburgo, e a comunidade portuguesa é muito importante para nós", disse François Kremer à Lusa. "Temos muitos espetadores portugueses, que regressam com frequência, e todos os anos incluímos grandes artistas portugueses na nossa programação", acrescentou o responsável, sublinhando que o concerto dedicado a Portugal "é uma ocasião para mostrar a cultura musical do país". Além do concerto com Cristina Branco e Mário Laginha, a música vai continuar depois em ambiente informal nos corredores da Philharmonie, com o grupo de jazz luso-luxemburguês INUK Trio, formado pela cantora portuguesa Luísa Vieira, o contrabaixista luxemburguês Marc Demuth e o pianista Georges Cotellier. Nessa noite, a Philharmonie vai servir ainda pratos típicos da gastronomia portuguesa, com uma ementa que inclui caldo verde, salada de polvo, bacalhau e pastéis de nata. O concerto dedicado a Portugal vai ser gravado pela rádio luxemburguesa 100,7 FM e retransmitido a 27 de maio. [post_title] => Cristina Branco no Luxemburgo: mais uma "dedicatória" a Portugal [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => cristina-branco-no-luxemburgo-mais-uma-dedicatoria-a-portugal [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2015-05-03 23:34:24 [post_modified_gmt] => 2015-05-03 22:34:24 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => http://bomdia.eu/?p=129873 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) [1] => WP_Post Object ( [ID] => 129872 [post_author] => 1 [post_date] => 2015-05-03 23:22:00 [post_date_gmt] => 2015-05-03 22:22:00 [post_content] => A TAP realizou, até às 19:00 de hoje 70% dos 272 voos programados para domingo, o que equivale a 189, tendo sido cancelados 83, a maioria dos quais da Portugália, revelou um porta-voz da empresa. Segundo André Serpa Soares, "a TAP realizou 163 voos, 31 dos quais abrangidos pelos serviços mínimos, e cancelou 45, enquanto da PGA foram realizados 26 e cancelados 38", o que confirma a tendência de uma maior adesão à greve por parte dos pilotos da Portugália. A mesma fonte sublinhou que "se realizaram 70% dos voos previstos até às 19:00", sendo o total de voos do dia "cerca de 300". O porta-voz da TAP acrescentou ainda que, "a cada dia que passa, a situação piora, na medida em que aumenta o número de passageiros afetados". Questionado pela Lusa sobre a possibilidade de o número de voos cancelados aumentar ao longo dos dez dias de greve por necessidade de respeitar o tempo de descanso dos pilotos, André Serpa Soares afirmou que o problema não se coloca, "porque os pilotos de serviço não são sempre os mesmos", prevendo-se que "a tendência para a realização de 70% dos voos se mantenha na segunda-feira". "Na TAP é escrupulosamente respeitado o tempo de descanso obrigatório dos pilotos. Não são violados os regulamentos de segurança de voo", garantiu o porta-voz da companhia aérea, reforçando que a empresa é "intransigente" nessa matéria. O que tem sucedido é que, "até hoje, têm-se apresentado ao serviço pilotos em número suficiente para assegurar aquela percentagem de voos", afirmou. Mas a greve dos pilotos da TAP levou ao cancelamento de 50% dos voos planeados, até às 18:00, e a estimativa é que se atinja 70 a 80%, afirmou o diretor do Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC). "A adesão está a evoluir no sentido esperado e, na PGA [Portugália], os voos cancelados superam os 90%", afirmou Miguel Sêrro, diretor do SPAC. No terceiro dia de greve dos pilotos da transportadora aérea portuguesa, o sindicato lamentou que a empresa esteja a utilizar entre 190 e 200 "pilotos que pertencem à estrutura de chefia [como por exemplo instrutores, verificadores, chefes de pilotos]”, conseguindo, com isso, “viabilizar a operação durante os primeiros dias". Numa conferência de imprensa realizada ao final da tarde de hoje, Miguel Sêrro afirmou-se "disposto a qualquer negociação" com o Governo em relação às exigências dos pilotos face à privatização da empresa. [post_title] => Greve na TAP: sindicatos e empresa não se entendem nem no número de voos anulados [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => greve-na-tap-sindicatos-e-empresa-nao-se-entendem-nem-no-numero-de-voos-anulados [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2015-05-03 23:22:00 [post_modified_gmt] => 2015-05-03 22:22:00 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => http://bomdia.eu/?p=129872 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) [2] => WP_Post Object ( [ID] => 129839 [post_author] => 33 [post_date] => 2015-05-03 15:43:44 [post_date_gmt] => 2015-05-03 14:43:44 [post_content] => O Chelsea conquistou hoje o seu quinto título de campeão inglês de futebol, terceiro sob o comando do treinador português José Mourinho, ao vencer em casa o Crystal Palace por 1-0, em encontro da 35.ª jornada. O belga Eden Hazard, aos 45 minutos, na recarga a um penálti por si falhado, marcou o golo do ‘onze’ de Mourinho, que havia conquistado os outros dois títulos na primeira passagem pelo clube (2004/05 e 2005/06). A três jornadas do fim, os londrinos, também campeões em 1954/55 e 2009/10, passaram a somar 83 pontos, contra 68 do Manchester United e 67 de Manchester City (menos um jogo) e Arsenal (menos dois jogos).   [post_title] => Mais um título para Mourinho [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => mais-um-titulo-para-mourinho [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2015-05-03 16:23:46 [post_modified_gmt] => 2015-05-03 15:23:46 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => http://bomdia.eu/?p=129839 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) [3] => WP_Post Object ( [ID] => 129804 [post_author] => 1 [post_date] => 2015-05-02 23:16:48 [post_date_gmt] => 2015-05-02 22:16:48 [post_content] => Um ‘hat-trick’ do internacional português Cristiano Ronaldo permitiu ao Real Madrid vencer por 3-2 no reduto Sevilha e manter-se na corrida à vitória na Liga espanhola de futebol. Os títulos dos jornais espanhóis destacam a atitude de CR7 e a sua "vontade de ganhar este título", diz o ABC. O ‘7’ dos ‘merengues’ marcou aos 36, 37 e 69 minutos, o primeiro e o terceiro de cabeça, passando a contar 42 tentos na prova, mais dois do que o argentino Lionel Messi, que o ultrapassar à condição no 8-0 do ‘Barça’ em Córdoba. Os tentos da formação da Andaluzia foram apontados pelo colombiano Carlos Bacca, aos 45+2 minutos, na transformação de uma grande penalidade, e Vicente Iborra, aos 79. Na equipa da casa, que ainda não tinha perdido como anfitriã e quase chegou ao empate na parte final, foram titulares Daniel Carriço e Diogo Figueiras (saiu aos 70 minutos), tal como Cristiano Ronaldo e Pepe nos forasteiros. Com este resultado, e quando faltam três jornadas para o fim da prova, o Real Madrid passou a contar 85 pontos, contra 87 do FC Barcelona. Em Córdoba, o ‘onze’ de Luis Enrique só inaugurou o marcador aos 42 minutos, mas ainda chegou aos oito, dois apontados pelo argentino Lionel Messi (47 e 80). O uruguaio Luis Suárez também esteve em destaque, com o seu primeiro ‘hat-trick’ pelo ‘Barça’ (45+2, 53 e 88 minutos), com os outros tentos a serem marcados pelo croata Ivan Rakitic (42), Piqué (65) e Neymar (85), num penálti que Messi ‘deixou’ o brasileiro marcar, abdicando do ‘hat-trick’. O FC Barcelona igualou a maior goleada da ‘era’ Guardiola (8-0 em Almeria, a 20 de novembro de 2010), que, então, empatava a maior vitória de sempre fora do clube (8-0 ao Las Palmas, a 25 de outubro de 1959, com três de Suárez). Quanto ao Córdoba, que contou com o português Bebé de início (saiu aos 65 minutos), está matematicamente despromovido. Também hoje, o campeão Atlético de Madrid, terceiro classificado, ficou-se por um empate a zero na receção ao Athletic, passando a somar 76 pontos, contra 69 do Sevilha e outros tantos do Valência (recebe domingo o Eibar). A 35.ª ronda da Liga espanhola arrancou sexta-feira, com o triunfo caseiro da Real Sociedad sobre o Levante (3-0), e fecha apenas na segunda-feira. [post_title] => Cristiano Ronaldo decisivo marca três golos ao Sevilha [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => cristiano-ronaldo-decisivo-marca-tres-golos-ao-sevilha [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2015-05-02 23:16:48 [post_modified_gmt] => 2015-05-02 22:16:48 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => http://bomdia.eu/?p=129804 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) [4] => WP_Post Object ( [ID] => 129760 [post_author] => 33 [post_date] => 2015-05-02 09:55:31 [post_date_gmt] => 2015-05-02 08:55:31 [post_content] => Cinco peregrinos que se dirigiam para Fátima morreram esta madrugada no IC2, em Cernache (Coimbra), vítimas do despiste de um automóvel, disse à Lusa fonte dos bombeiros de Condeixa. As vítimas integravam um grupo de cerca de 60 peregrinos oriundos de Mortágua quando, pelas quatro da manhã, "nove foram colhidas, quatro faleceram no local e uma morreu a caminho do hospital”, afirmou a mesma fonte dos bombeiros, acrescentando que há ainda outros três feridos em estado grave. De acordo com o Destacamento de Trânsito de Coimbra da GNR, as vítimas mortais têm entre os 17 e os 53 anos. A viatura que causou o acidente seguia no sentido Coimbra/Condeixa e os peregrinos seguiam no mesmo sentido Atualmente, a via está desimpedida e o trânsito a circular normalmente, à exceção de uma das vias, que está encerrada desde quarta-feira precisamente para permitir a circulação de peregrinos. Os restantes peregrinos do grupo foram acolhidos no quartel dos Bombeiros Voluntários de Condeixa, onde estão a ser acompanhados por psicólogos da Câmara Municipal e do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM). Está a ser providenciado transporte destes peregrinos para Mortágua num autocarro da Câmara de Condeixa e outro da Câmara de Mortágua. No local, estiveram os Bombeiros Sapadores de Coimbra, os Bombeiros Voluntários de Condeixa, o INEM e a GNR, num total de 51 elementos, ajudados por 22 viaturas. [post_title] => Peregrinos de Mortágua morrem a caminho de Fátima [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => peregrinos-de-mortagua-morrem-a-caminho-de-fatima [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2015-05-02 10:17:13 [post_modified_gmt] => 2015-05-02 09:17:13 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => http://bomdia.eu/?p=129760 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 1 [filter] => raw ) [5] => WP_Post Object ( [ID] => 129755 [post_author] => 33 [post_date] => 2015-05-02 09:10:38 [post_date_gmt] => 2015-05-02 08:10:38 [post_content] => Um sismo de magnitude 3 na escala de Richter foi hoje sentido a norte de Portugal, na região de Braga. O sismo, sentido pela população, foi registado nas estações da rede Sísmica do Continente às 02:43 com o epicentro próximo de Braga, indica a página da Internet do Instituto Português do Mar e da Atmosfera. “Este sismo, de acordo com a informação disponível até ao momento, não causou danos pessoais ou materiais e foi sentido com intensidade máxima IV (escala de Mercalli modificada) na região de Guimarães”, refere um comunicado da mesma página. A agência Lusa contactou a Proteção Civil Portuguesa que recebeu vários telefonemas de populares que sentiram o sismo, muito embora não tenham chegado pedidos de ajuda. [post_title] => Sismo sentido na região de Braga [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => sismo-sentido-na-regiao-de-braga [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2015-05-02 10:00:32 [post_modified_gmt] => 2015-05-02 09:00:32 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => http://bomdia.eu/?p=129755 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) [6] => WP_Post Object ( [ID] => 129744 [post_author] => 1 [post_date] => 2015-05-01 23:33:26 [post_date_gmt] => 2015-05-01 22:33:26 [post_content] =>
Abriu portas esta sexta-feira, 01 de maio, a EXPO 2015 de Milão, em Itália. Esta é uma exposição global na linha da que Portugal organizou, em 1998, com a diferença da de Lisboa ter sido mundial e a milanesa ser universal, ou seja, maior e mais dispendiosa. Com a “Alimentação” como tema, a EXPO Milão é composta por 145 pavilhões, representando 80 países, entre eles os lusófonos Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. O Nepal, que atravessa uma grave crise humanitária devido ao forte sismo que arrasou o país, também está representado, mas graças à Itália. Na sequência da catástrofe natural do último sábado, 11 dos 13 trabalhadores que ultimavam o pavilhão nepalês decidiram regressar a casa. O país anfitrião decidiu assumir os trabalhos e preparar o pavilhão para o dia de abertura. Pela segunda vez consecutiva, Portugal está ausente de uma exposição global depois de já ter falhado a EXPO 2012, na Coreia do Sul. Há três anos, o Governo de executivo PSD/ CDS-PP responsabilizou o antecessor, liderado por José Sócrates (PS), pela falha de não ter orçamentado essa participação. Este ano, a decisão de não estar presente coube ao Ministério da Agricultura. “Não era realmente possível ter ido a Milão, nas circunstâncias orçamentais que Portugal tinha”, justificou, em fevereiro, Paulo Portas, o atual vice-primeiro-ministro. Embora Portugal não esteja oficialmente representado nesta EXPO 2015, curiosamente um dos voos da TAP que teve luz verde para partir esta sexta-feira — primeiro de 10 dias de greve dos pilotos da companhia portuguesa — teve como destino Milão e sofreu apenas 20 minutos de atraso.

Espetáculo no recinto, fogo na cidade

Na expectativa de receber 20 milhões de visitantes nos seis meses em que vai estar aberta, a EXPO 2015 foi inaugurada esta sexta-feira de manhã com a presença do primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, e contou ainda com uma mensagem por videoconferência do Papa Francisco. O chefe de Governo apontou a um maior esforço para acabar com a fome e progressivamente reduzir os desequilíbrios no Mundo. “Hoje começa o amanhã. Arrancamos com as contradições de um planeta que precisa de ser alimentado, mas que vive num absurdo desequilíbrio. Muitos milhões de pessoas continuam a morrer de fome, mas outros tantos milhões continuam a comer demais ou o que não devem”, afirmou Renzi. A mensagem proveniente do Vaticano foi na mesma linha. “A EXPO é uma ocasião propícia para globalizar a solidariedade. Não podemos desperdiçar esta oportunidade, mas sim valoriza-la plenamente”, afirmou o Sumo Pontífice. Mas nem tudo são rosas, esta sexta-feira, em torno da EXPO 2015. Nas ruas de Milão, vários protestos contra a organização desta exposição global degeneraram em violentos confrontos entre a polícia a alguns manifestantes mais radicais vestidos de negro e de cara tapada. Ao arremesso de pedras, petardos e aos atos de vandalismo que se fizeram sentir caixotes do lixo incendiados, montras partidas e carros de gama média alta e alta danificados, as forças da ordem responderam gás lacrimogéneo. O grupo que provocou os confrontos encontrava-se na parte final de uma manifestação pacífica contra o gasto de dinheiro público, o recurso a trabalhadores precários para montar a exposição e a escolha de como cadeias multinacionais de comida rápida para patrocinar um evento que se assume de promoção a uma alimentação saudável para todos.
[post_title] => EXPO 2015 abre portas em Milão sem Portugal [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => expo-2015-abre-portas-em-milao-sem-portugal [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2015-05-01 23:33:26 [post_modified_gmt] => 2015-05-01 22:33:26 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => http://bomdia.eu/?p=129744 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) )

Opinião

Carregar mais artigos